POLICIAIS SOBEM A RAMPA DA GOVERNADORIA COM CAIXÃO PELA “MORTE” DA SEGURANÇA PÚBLICA


Policiais Civis do Rio Grande do Norte realizaram, na manhã desta sexta-feira (12), uma carreata, saindo da sede do Sindicato dos Policiais Civis e da Segurança Pública (Sinpol), até á Governadoria. Durante o protesto, os policiais realizaram um ato simbólico para representar a situação de precária da segurança pública. Em “cortejo fúnebre”, os policias subiram a rampa do Palácio do Governo carregando um caixão para representar a situação da segurança.

Debaixo de chuva, os policiais gritavam palavras de ordem reivindicando direitos. A manifestação foi pacífica e os servidores disseram que só vão deixar a Governadoria quando forem atendidos pela governadora ou pelos secretários.

De acordo com o Djair José de Oliveira, presidente do Sinpol, entre as principais reivindicações estão: a retirada de presos da delegacias; melhores condições de trabalho; nomeação dos policiais civis concursados; auxílio saúde; vale refeição; valorização da categiria; atualização do salário, além do plano de cargos e carreiras.

Paralisados por 48 horas, os policiais aprovaram no último dia 2 um indicativo de greve por tempo indeterminado para o próximo dia 18, caso o Governo do Estado não abra diálogo com a categoria. De acordo com o Sindicato, os gestores vêm se negando a receber os representantes dos servidores desde o início do ano para discutir sua pauta.

Segundo o Sinpol, mais de 30 ofícios foram enviados solicitando audiências com os representantes do Estado. “Esperamos que o governo nos atenta e ouça as nossas reivindicações e nos mostre soluções”, disse Djair. “Vamos esperar o governo se posicionar quanto às nossas reivindicações, caso contrário entraremos em greve por tempo indeterminado”, disse.
PORTAL NO AR

Nenhum comentário:

Postar um comentário