POLÍCIA DO CE ENTRARÁ EM PROTESTO E CONVOCA PMs DE TODO O PAÍS PARA MUDAR IMAGEM TRUCULENTA


O presidente da ACSMCE, Flávio Sabino, convocou os policiais de todo o país para mudarem a imagem de truculência que estão sustentando. Segundo ele, 98% dos soldados são a favor das manifestações que se espalharam por todo o país, mas acabam sendo obrigados a oprimi-las por ordens superiores.

"Qual é a polícia que está sendo vista pela sociedade? A polícia truculenta, que bate e traz a repressão. Mas nós sabemos que ali a grande maioria dos policiais não faz isso de coração, são imposto diante do militarismo a esse tipo de repressão ou desserviço em favor da sociedade e em favor do governo. Recebem ordem arbitrárias de seus comandantes", disse Sabino.

"A sociedade só enxerga a polícia que solta bomba, gás e que corre atrás de manifestantes que estão lutando por direito de todos os cidadãos. Está na hora de a gente se engajar e virar o jogo. Quem não participa da luta, não participa das conquistas", completou.

A Polícia Militar do Ceará chegou a pensar em entrar nos protestos antes do jogo entre Brasil e México, que aconteceu na última quarta-feira também na capital cearense. Uma parte aderiu à manifestação, mas a maioria ds PMs recuou por medo de punição administrativa e houve confrtonto com manifestantes. A ACSMEC admitiu à reportagem que há policiais infiltrados nas manifestações e o PM que for pego em meio ao protesto pode ser punido.

Desta vez, porém, a participação está confirmada. O objetivo é incluir o tema segurança pública nas pautas das manifestações. "Participei de uma reunião com o pessoal que está a frente do movimento e pude perceber que nenhuma pauta está voltada para a questão da segurança pública. Elas são voltadas para a educação, para a redução do passe livre, para a saúde... Mas por que é voltada para isso? Porque está no perfil de quem está manifestando. Não tem nada para a segurança pública porque os militares não estão participando", explica Sabino.

Além da ACSMEC, mais três presidentes de associações estão confirmados no protesto de quinta-feira: Associação dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (Aspramece), Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará (Aprospec) e Associação das Esposas dos Praças do Estado do Ceará (Assepec).
ESPN

4 comentários:

  1. É VERDADE!! A POLÍCIA ESTÁ NO MESMO BARCO.. AFINAL SOMOS TODOS CIDADÃOS.. ALGUNS LUTAM PELOS SEUS DIREITOS, E, INFELIZMENTE A MORDAÇA NAS POLÍCIAS IMPEDEM ISSO, OU SEJA; O POLICIAL DE EXERCER O SEU PAPEL DE CIDADÃO. MAS PARA ALGUNS, OS POLICIAIS ESTÃO FAZENDO ISSO POR QUER QUEREM, MAS A MAIORIA DA POPULAÇÃO DESCONHECE O CÓDIGO DAS POLÍCIAS, QUE É: NÃO SENHOR, SIM SENHOR.

    ResponderExcluir
  2. A saúde terá uma melhora, a educação terá uma melhora mas a segurança nem sinal pq não existe reivindicação pois nos militares não estamos participando e mesmo que queiramos participar fica difícil de ser aceito pelo movimento pois o governo esta conseguindo deixar a imagem da policia perante a população pior do que já era !! As associações deveriam convocar os praças e participar juntos todos acho que seria mais fácil e poderíamos mudar essa imagem ! Acho que a hora e a vez de termos voz é essa e talvez não tenhamos outra !!

    ResponderExcluir
  3. Se os policiais entrarem nesses movimentos serão pegos pelo regulamento interno da PM, todos sabem disso, o que não quer dizer que os policiais não reivindiquem seus direitos, os meios é que são, e tem que ser, diferentes. Quando fazemos nossas manifestações somos até hostilizados por muita gente, que na verdade só quer o nosso suor e sangue, devemos apoiar, mas participar de manifestação é dar beijo em que só nos da desprezo.

    ResponderExcluir
  4. O problema é que se não tiver polícia e politico para meterem o pau vão meter o pau em quem?

    Dilma Rouself usou o Exército brasileiro contra um movimento de familiares de policiais e porque não faz o mesmo agora? Deixa isso para os "bucha de canhão" dos Estados, pois sabem que no final é só jogar a culpa na PM que estará tudo certo

    Já passou da hora de haver um movimento nacional pela desmilitarização da PM, talvez assim a sociedade deixe de nos ver como bode expiatório de tudo o que acontece de ruim na Segurança Pública. Uma sugestão para aqueles que querem evitar a truculência da PM, basta que façam como se faz em reintegrações de posse, manda um representante do Ministério Publico ou oficiais de justiça para comandar as ações dos policiais em eventos como desobstrução de vias públicas ou movimentos similares, fica aqui a sugestão.

    ResponderExcluir