“NÃO ADIANTA DIZER QUE O RN ESTÁ MENOS VIOLENTO SE NÚMEROS MOSTRAM O CONTRÁRIO” ROSALBA CIARLINI


Rosalba Ciarlini confirma que índices de violência cresceram no RN, mas acredita em redução com adesão ao Brasil Mais Seguro

A governadora Rosalba Ciarlini parece ter feito uma autocrítica: “Não adianta dizer que o Rio Grande do Norte está menos violento se os números mostram o contrário”. Isso porque a declaração – feita durante o discurso na tarde desta terça-feira (7), na Escola do Governo, pouco depois da assinatura do termo de adesão ao programa federal “Crack, é possível vencer” e da carta de intenções comprometendo o Estado a ingressar o “Brasil Mais Seguro” – parece ir de encontro ao que a própria governadora fez em março, ao quando reuniu a imprensa para apresentar números sobre a violência urbana e dizer que na gestão dela, foram reduzidos os índices de criminalidade urbana em praticamente todos os pontos do Estado, sobretudo, na região Oeste do Estado.

A declaração de que o Rio Grande do Norte estava combatendo a violência urbana e conseguindo diminuir o crescimento da criminalidade pode ser acessado por meio da apresentação, feita pelo próprio Governo, aqui. Segundo Rosalba Ciarlini, inclusive, o relatório mostrava que o Estado já estava bastante evoluído no mapeamento da violência urbana, algo fundamental para a adesão ao Brasil Mais Seguro, que na época já se falava que o RN iria participar.

Quanto ao relatório, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no evento desta terça-feira, tratou de colocá-lo longe de estar completo. “Temos o início de um diagnóstico, o início de uma análise”, afirmou ele, acrescentando que a previsão é que até o final deste mês o trabalho possa ser concluído e, finalmente, o programa Brasil Mais Seguro possa ser assinado.
PORTAL NO AR

3 comentários:

  1. Ela está querendo mascarar a realidade. Ela ainda não entendeu quem não mais vivemos em uma ditadura?
    De onde vem essas mortes? É porquê a delegada Sheila afirmou que quando prendeu Wendel e Rosivaldo a violência na capital havia diminuído! E agora? Eles estão presos...

    ResponderExcluir
  2. Não tem como iludir uma população que vive diáriamente o problema ! Não adianta dizer que está melhorando ou sendo controlado se todos os dias a população é assaltada, violentada, roubada, presencia assassinatos e vê a olhos nus a violência crescente !!! É querer enganar uma criança com um doce vagabundo !!

    ResponderExcluir
  3. como vamos combater a criminalidade se a governadora continua cedendo policiais pra ficar a disposição de outros orgaos, dessa vez foi o prefeito de extremoz que ganhou um pm pra dirigir pra ele, conforme diário oficial do dia 01 de maio , no ato da governadora , se essa moda pega todos os prefeitos vão querer um.

    ResponderExcluir