JUIZ CRITICA ATUAÇÃO DA POLÍCIA: “DELEGADOS NÃO SE ESFORÇAM PARA IDENTIFICAR CRIMES”

O juiz Henrique Baltazar Vila dos Santos, titular da 12ª Vara Criminal de Natal criticou, no último final de semana, através da rede social Twitter o trabalho da Polícia Civil e Militar do Rio Grande do Norte. Segundo ele, há falhas de apuração, especialmente em relação aos flagrantes.

De acordo com o juiz, pelo menos dois flagrantes foram anulados, neste final de semana, porque os processos não apresentavam detalhamento das informações ou que sustentassem tal situação. “Plantão do final de semana: várias prisões preventivas decretadas e algumas anulações de flagrante, em razão do péssimo trabalho da PC-RN”, declarou o juiz no microblog.

Em outra citação o juiz argumenta: “Não se culpe o ITEP, mas os delegados de polícia que não se esforçam para identificar crimes ou mostrar situações que configuram flagrante”.

O magistrado relatou o caso da prisão de três pessoas por estelionato. Segundo ele, Informações veiculadas pela imprensa relatavam que em poder do trio foi apreendida uma máquina de clonar cartões, no entanto essa informação não constava nos altos do processo. “São falhas que dificultam o andamento do trabalho do Ministério Público (MPRN) e do Tribunal de Justiça (TJRN)”, declarou o Juiz Henrique Baltazar.

Para ele, são falhas difíceis de entender e que passam a impressão de despreparo e muitas vezes a falta de interesse por parte dos policiais. “Os flagrantes estão sendo mal feitos e mal apurados, cheio de falhas e erros”, concluiu.
PORTAL NO AR

Um comentário:

  1. E quando foi mesmo que a Polícia Paisano trabalhou???

    Ah me lembrei, foi quando sequestraram um filho de um bacana lá de Mossoró. Ah e teve também aquela vontade toda quando suspeitaram que havia Policiais Militares envolvidos e como sempre nada provaram , e por último teve um monte de muganga para enganar repórter e dizer que cumpriam mandados.

    Na boa, aumento de salário todo mundo quer, mas nem o feijão com arroz os caras sabem cozinhar.

    Podem falar o que quiserem da PM, mas é a única que realmente prende bandido.

    ResponderExcluir