DUPLA É PRESA APÓS ATIRAR CONTRA POLICIAL MILITAR EM SÃO GONÇALO DO AMARANTE

Dois jovens, identificados como Márcio Rodrigo Soares do Nascimento, de 20 anos, e Rafael da Silva Diniz, de 21 anos, foram presos, na noite desta terça-feira (28), após atirarem contra um policial militar, na cidade de São Gonçalo do Amarante. Um terceiro suspeito conseguiu escapar após o soldado reagir.

O fato aconteceu na rua São Sebastião, no loteamento Mar Belo, no bairro Barreiros. De acordo com a polícia, os três jovens estariam andando pelas ruas em atitude suspeita, desde o final da tarde.

Por volta das 18h30, o soldado Dionísio, que mora naquela comunidade, saiu de casa para ir comprar pão com um filho, quando se deparou com os três jovens na rua. O trio, de acordo com a polícia, reconheceu o soldado Dionísio por ele ser policial militar e, antes de qualquer ação da vítima, começou a atirar.

O policial então protegeu o filho e reagiu. Ele conseguiu se esconder e solicitou reforço ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública. Viaturas do 11º Batalhão da PM foram até o local e os policiais conseguiram prender Márcio Rodrigo e Rafael da Silva. O terceiro suspeito fugiu.

O soldado Dionísio disse ao Portal BO que os jovens detidos são moradores da comunidade do Golandim, na própria São Gonçalo do Amarante e, inclusive, são bastante conhecidos da polícia, por práticas de crimes naquela área. A dupla foi estava armada com um revólver e foi levada para a Delegacia de Plantão da Zona Norte.
PORTAL BO

3 comentários:

  1. SE OS POLICIAIS NÃO SE UNIREM E FAZER UMA VARREDURA NA CIDADE, OU SEJA; UMA OPERAÇÃO "SUFOCAMENTO" VAI FICAR DE UMA FORMA QUANDO, QUALQUER POLICIAL QUE ANDAR NAS RUAS CORRE O PERIGO DE SER EXECUTADO. EM MENOS DE 24 HS. DOIS POLICIAIS MILITARES QUASE TIVERAM SUAS VIDAS CEIFADAS POR TEREM SIDOS RECONHECIDOS. ESTÁ NA HORA DOS SENHORES COMANDANTES DOS BPMS REUNIR SEUS PARES E FAZER UMA VARREDURA NA CIDADE, OU MELHOR NOS BAIRROS MAIS CRÍTICOS DE NATAL, POIS A BANDIDAGEM ESTÁ A SOLTA APAVORANDO A POPULAÇÃO, E TENTANDO MATAR PMs.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente na Senhora Paula Cristina,ja esta mais do que na hora dos Batalhões de Natal e Grande Natal se unirem e fazer operações para tirar de circulação esses elementos.

    ResponderExcluir
  3. O erro tá ai: "policiais conseguiram prender".

    Quem atira em polícia não escolhe ir para a cadeia!!

    ResponderExcluir