DEPUTADA MÁRCIA MAIA DIZ QUE INVESTIMENTOS NA SEGURANÇA PÚBLICA SÃO MÍNIMOS


A deputada Márcia Maia (PSB) disse nesta quarta feira (8) que os investimentos do governo do Estado em Segurança são mínimos e não acompanharam o avanço de quadrilhas e grupos responsáveis pelo domínio do tráfego de drogas.
“Estamos em meio a uma guerra que está matando pessoas nos bairros da periferia, matando jovens, negros, pessoas de baixa escolaridade. Vivemos diante de um quadro assustador. A questão dos homicídios está banalizada e precisamos fazer com que o poder público volte a se indignar. Não veja com naturalidade essa violência que tem destruído vidas, famílias e o bem estar da sociedade”, asseverou.
Segundo Márcia, ir à farmácia, padaria, conversar em uma praça ou sair para fazer compras no supermercado, se tornou uma aventura no Rio Grande do Norte e que a sensação de insegurança, de impotência é grande diante de tanta violência.

A deputada disse que dados da secretaria de Segurança Pública e Defesa Social apontam que a Polícia registrou entre janeiro e abril deste ano, uma média de um roubo por hora em Natal. São 24 assaltos diários. Ao todo foram contabilizados 2.840 ocorrências desse tipo.

“Muito pior do que isso – continuou Márcia Maia - é a média diária de homicídios registrada no Rio Grande do Norte, que cresceu 50%. Os números são do Conselho Estadual dos Direitos Humanos e Cidadania. No ano passado, a Polícia contabilizou 959 assassinatos, uma média de 2,6 mortes por dia. Só nos primeiros quatro meses deste ano, o número de pessoas assassinadas chegou a 471, ou seja 3,9 mortes por dia. Se a média continuar serão mais de 1.400 homicídios até o fim do ano”.

Márcia disse ainda que a falta de estrutura para as delegacias e o número de policiais insuficiente contribuem para a falta de eficiência do Estado, numa ação consistente contra a violência.
NOMINUTO.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário