DELEGADO FAZ RECONSTITUIÇÃO DA MORTE DE CEARENSE BALEADO PELA PM NO RN


José Fernandes Castelo foi morto após furar barreira policial em Mossoró. Reprodução simulada está confirmada para o dia 14; PMs foram intimados

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte marcou para o próximo dia 14 a reconstituição da ação policial que terminou na morte do universitário cearense José Fernandes Castelo, de 19 anos. Ele foi atingido por um disparo após furar uma barreira policial e atropelar três pessoas no dia 13 de abril deste ano, na cidade de Mossoró, no Oeste potiguar.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Roberto Moura, o objetivo da reprodução simulada é esclarecer quem efetuou os disparos contra o veículo em que estava o estudante. Ele informou que os policiais que participaram da barreira serão intimados a participar da reconstituição. “Mas eles não são obrigados a comparecer. A lei garante a eles o direito de não participar. Se eles não forem, faremos a reconstituição com voluntários”, disse o delegado.

A reconstituição está marcada para às 20h, mesmo horário em que o jovem foi morto.

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo, “os policiais continuam afastados e administrativamente também respondem a um inquérito”.

Entenda o caso
O universitário José Fernandes Castelo, de 19 anos, natural de Tauá, cursava Engenharia Civil no campus da UNP de Mossoró desde o início do ano. Ele morreu na noite de 13 de abril após levar um tiro da Polícia Militar no município de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Segundo informações do capitão Rabelo, do 12º Batalhão da PM, o rapaz conduzia um Honda Civic, com placas de Fortaleza, quando furou uma barreira policial e, ao ser perseguido, atropelou três pessoas, deixando duas delas (uma idosa e um motociclista) em estado grave.

Ainda de acordo com informações da PM, familiares do rapaz teriam confirmado que ele havia bebido. Segundo perícia preliminar do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), foi encontrado um copo com bebida alcoólica dentro do veículo. O tiro que atingiu o rapaz, inclusive, perfurou a lanterna traseira do lado direito, atravessou o banco do motorista e atingiu as costas de Castelo.

A perseguição, conforme registrado pela PM de Mossoró, aconteceu a partir da avenida Leste-Oeste, no Centro da cidade. Consta que o jovem cearense ainda foi perseguido por guarnições da Departamento de Polícia Rodoviária Estadual (DPRE) por várias ruas do bairro Boa Vista, só parando o veículo ao ser alvejado no bairro Nova Betânia.
G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário