POLICIA MILITAR ESTABELECE ESCALAS DE SERVIÇO DIFERENCIADAS E CAUSA IRRITAÇÃO AOS POLICIAIS


O Boletim Geral da PMRN, número 61, publicou uma resolução administrativa que estabelece escalas de serviço diferenciadas aos policiais militares.

Segundo a resolução, os policiais militares que trabalharem no serviço operacional motorizados deverão obedecer a escala de 12/24 e depois 12/48, enquanto quem trabalha em guarda de quarteis, presídios, bases comunitárias e centro de detenção provisória, deverão seguir a escala de 24/48.

Nota-se, que no primeiro caso o policial irá trabalhar 168 horas mensais e no segundo a jornada será de 240 horas mensais.

Tal diferença causou desconforto e irritação em muitos policiais, já que no final do mês o salário é igual para todos.

Vale salientar que todas as funções e atividades policiais são de extrema importância para o serviço de segurança pública. E este tratamento diferenciado gera um desconforto dentro da categoria.

Por este motivo solicitamos que o estado deve urgentemente regulamentar a jornada de trabalho e tratar a todos com igualdade, motivando os policiais e oferecendo a sociedade uma segurança pública de qualidade.

6 comentários:

  1. O Ministério Público tem que entrar nessa. Como é que uma Instituição pode promover escancaradamente a discriminação entre servidores da mesma espécie? Isso é no mínimo Inconstitucional, e pode ensejar responsabilidades. Se, na Identidade funcional está escrito que ele é soldado, como pode o Governo cobrar que um trabalhe mais que outro e recebam igual? se for pra trabalhar 24 horas que seja uma escala igual para todos.

    ResponderExcluir
  2. Oficias roubando da coorporação , oficais colocando escala inconstitucional nos presidios por pressão do governo , oficias matando em festa e matando jornalistas , arrastao na casa de coronel .
    Eles também sofrem pressão e a justiça que tem que pesar isso e ser mais branda com nossos superiores , pois soldado tem stress menor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. [...]oficiais colocando escala inconstitucional nos presídios por pressão do governo[...] Não se faz as coisas por pressão. Se faz porque há covardia em bater de frente com o sistema. Porque não se quer correr o risco de ser designado para comandar um destacamento lá onde judas perdeu as botas. Porque não se quer correr o risco de ser designado para compor uma cia caindo aos pedaços de um batalhão "lixo". Amigo, se você não tem "as costas largas", você verá seus pares mais modernos serem promovidos primeiro que você ou você não vê hoje tenente-coronel novinho por aí enquanto tem major já perto de ir para a reserva e não vê sua promoção chegar. O sistema vai te sacanear de todo jeito. Então, não colabore com isso. Faça o correto!!! O preço é alto, mas você poderá andar de cabeça erguida.

      Excluir
  3. e tem companheiros que ainda tiram escala de guarda pior,tenho um amigo que trabalha no choque e disse que a escala de guarda lá ,já faz um tempo que é no turno 12/24 no período diurno e 12/48 no período noturno,isso apenas com 2 homens por serviço se revezando nos quartos de hora, gostaria de saber se isso é legal,já que até na norma administrativa que saiu ai, o homem tira 2 horas por 4 horas de descanso. as associações têm ciência disso.

    ResponderExcluir
  4. o MP vai entrar nessa briga? ou só porque é para ajudar os policiais(praças) eles vão fazer vista grossa? seria bom as associações se mobilizarem junto ao comando para rever essa norma desumana, e também confirmar essas denuncias.

    ResponderExcluir
  5. só ha de lamentarmos!!!cansei...DARWIN deve estar se revirando no caixão por saber que a evolução humana estancou-se em seu ápice de ignorância...tenho vergonha dessa classe da qual faço parte!!

    ResponderExcluir