DELEGADA DA FORÇA TAREFA CLASSIFICA COMO “IRRESPONSÁVEL” AÇÃO DO SINPOL

A delegada Sheila Freitas, que estava à frente das investigações feitas pela Força Tarefa, classifica como “irresponsável” a ação o Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN), que culminou com a suspensão das atividades da equipe nesta quinta-feira (25). “O sindicato colocou em risco a vida de todos que trabalhavam na investigação. Se houver algum tipo de retaliação contra nós, a culpa é do Sinpol”, afirmou.

Sheila Freitas é diretora da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) e liderava a Força Tarefa. Sem poder revelar o teor das investigações, ela diz que equipe já havia levantado muitas informações, que estão agora à disposição do Núcleo de Inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). Para ela, o trabalho desenvolvido pela Força já estava surtindo efeitos.

“Há bem pouco tempo, havia finais de semana na Grande Natal em que se registravam 17 homicídios, em média. Agora isso já reduziu para dois por fim de semana. Houve uma redução significativa dos assassinatos, por exemplo, na zona Norte. E isso é de conhecimento até da imprensa e da sociedade”.

Diante da dissolução da Força, Sheila Freitas questiona: “a quem interessa o fim da equipe? Nós estávamos investigando a atuação de policiais em grupos de extermínio”. Para a delegada, bastava que o Sinpol a procurasse que ela explicaria como estava funcionando o trabalho da equipe. “O próprio delegado geral [Fábio Rogério] explicou ao Sinpol como eram as atividades e as atribuições de cada um. Acho que o sindicato deu um tiro no pé”.

Sheila Freitas ressalta ainda que a Força Tarefa era o “embrião” para se estabelecer a Divisão de Homicídios no estado. “Nós estávamos indo para todo local de crime. Levantávamos as primeiras informações e se houvesse indícios de participação de grupos de extermínio, assumiríamos. Senão, elaboraríamos um relatório para enviar à delegacia distrital. Ou seja, fazíamos todo o trabalho de uma Divisão de Homicídios e isso iria subsidiar sua criação”.
PORTAL NO AR

Um comentário:

  1. ONTEM, SE NÃO ME ENGANO OUVE UM HOMICÍDIO NO BAIRRO VALE DOURADO, MAIS PRECISAMENTE AS 13 HORAS DA TARDE, TRÊS MELIANTES CHEGARAM EM UM CARRO E MATARAM UMA PESSOA NA FRENTE DE UM MONTE DE GENTE! QUEM FOI??????????????? QUEREMOS SABER, JÁ QUE ESSA FORÇA TAREFA ESTÁ ATUANTE, TENHO CERTEZA QUE A FAMÍLIA QUER SABER QUEM MATOU ESTE JOVEM, SERÁ QUE FOI O GRUPO DE EXTERMÍNIO????????????? ORA SINCERAMENTE........ MIL INQUÉRITOS PARA ELUCIDAR, NÃO, SÃO PALAVRAS MINHAS, E SIM DO SECRETÁRIO DA SESED. TIROTEIOS TODOS OS DIAS, BOCAS DE FUMO, BANDIDOS ANDANDO ARMADOS AMEDRONTANDO A POPULAÇÃO, E NINGUÉM SE ATÉM A ISSO? ESTÃO FAZENDO O QUE? NÃO VENHAM ME FALAR QUE A POLÍCIA NÃO SABE ONDE FICA OS PONTOS MAIS CRÍTICOS DE NATAL E GRANDE NATAL. SABEMOS QUE OS POLICIAIS CIVIS TRABALHAM E MUITO, SÃO UNS HERÓIS, TRABALHAM EM DELEGACIAS SUPERLOTADAS QUE NA MAIORIA NÃO TEM ONDE COLOCAR "ESSES INOCENTES" COM ESSE GOVERNO QUE NÃO DÁ SUPORTE, SÓ SABE GASTAR NOSSO DINHEIRO COM PROPAGANDAS E FLORES. MUITOS, SE DESDOBRAM PARA FAZER UM BOM TRABALHO MAS EM FIM, O QUE O SENHOR SECRETÁRIO DA SESED, DEVE FAZER É COBRAR MAIS MELHORIAS PARA INSTITUIÇÃO, DO GOVERNO OMISSO, INEFICIENTE, E INOPERANTE, ENQUANTO ESTA SENHORA ROSALBA FICAR SÓ "SENSIBILIZADA", É SÓ O QUE ELA SABE FALAR, NATAL VAI FICAR A MERCÊ DA PRÓPRIA SORTE, ESTÁ NA HORA DE DE SOMAR E NÃO DE MEDIR FORÇAS DE QUEM PODE MAIS, POIS, QUEM SOFRE COM ISSO É A POPULAÇÃO QUE ESTÁ SUFOCADA COM A CRIMINALIDADE, SABEMOS QUE EXISTEM DELEGADOS (AS), COMPETENTES E A DRª. SHEILA É UMA DELAS, COMO TAMBÉM, EXISTEM POLICIAIS CIVIS E MILITARES COMPROMETIDOS E FAZENDO JUS A FUNÇÃO.

    ResponderExcluir