ACRE: MILITAR QUE FOI PUNIDO POR COMENTAR POST DO GOVERNADOR SEBASTIÃO VIANA JÁ ESTÁ PRESO


O 3º sargento Isaías Brito Bandão, punido com cinco dias de cadeia por fazer supostos comentários em post da fan page do governador Sebastião Viana (PT), se apresentou na tarde desta quarta-feira (10), às 15h, no quartel do Batalhão Florestal Ambiental, para cumpri os cinco dias de prisão que foi condenado após ser submetido a um sindicância da Polícia Militar.

Isaías Brito se apresentou ao oficial de plantão. Abatido, o militar disse que “espero que este fato sirva para que seja rediscutido o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar do Acre (RPDMAC), tendo em vista que ele é um decreto de 1984, bem antes da Constituição e na época ele foi copiado do regulamento do Exercito, em plena ditadura militar”, enfatiza.

Segundo Brito, o regulamento que rege as ações e o comportamento dos policiais militares, não passou por uma readequação, após a promulgação da Constituição Federal. “Em 1988, veio a constituição que abraçou a todos os brasileiros, exceto os militares. Infelizmente nós somos presos a um regulamento que é como todo mundo poder ver, totalmente ultrapassado”.

Antes de entrar no prédio do Batalhão Florestal Ambiental, o policial punido por usar uma rede social disse que tem expectativa que o RPDMAC possa ser alterado, preservando os direitos individuais dos policiais militares. “Eu espero haja uma grande discussão e o regulamento possa ser refeito com regras mais apropriado para a democracia que nós vivemos hoje”, enfatiza Isaías Brito.

Questionado se ele achava sua punição justa, o 3º sargento destacou que “esta questão de justo ou não, eu deixo para Justiça. Vamos ver o que a Justiça pode falar em relação a isso. Eu prefiro não opinar”, finalizou.
ACRE 24 HORAS

2 comentários:

  1. É triste saber que as policias de todo brasil,são vitimas das politicagens imundas que temos em nosso país, enquanto fomos subordinados a esses políticos a nossa gloriosa PM,vai passar por essas humilhações.Que país é esse meu Deus?

    ResponderExcluir
  2. Claro que ele não vai dizer se é justa ou não, o mesmo já foi punido por expressar uma opinião pública.Seria melhor pra ele não opinar mais nas redes sociais sobre este assunto, já que a rede foi usada contra ele próprio e pode ser usada de novo.Quem acredita que ele não vai ser perseguido e vigiado o tempo todo, após a sua soltura da prisão, começando pela transferência de local de trabalho,tem que acreditar em papai noel e coelhinho da páscoa,porque eu não acredito.

    ResponderExcluir