BOTÃO DO PÂNICO DEIXA MOTORISTAS APAVORADOS

Como era de se esperar, a bandidagem tem conhecimento pleno da existência do equipamento e já entra nos ônibus pensando no pitoco milagreiro. É do próprio motorista a informação de que o botão do pânico hoje em dia, além de servir muito pouco, significa um risco para os profissionais do volante: 

“O cara botava a arma nas minhas costelas e gritava: não aperta o botão. Não aperta o botão, motorista, senão eu te mato aqui mesmo. Eu não tinha o que fazer”. Motorista de ônibus assaltado na Avenida Tomás Landim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário