TENENTE EROMAR DEIXA COMANDO DA ROCAM DO 12º BPM POR NÃO TER AUTONOMIA


Segundo tenente Eromar, o real motivo do afastamento do comando da Rocam foi a falta de autonomia para trabalhar. Segundo o tenente, o trabalho que vinha desenvolvendo não lhe dava autonomia para comandar. "Eu sempre tive liberdade para trabalhar e desenvolver o meu trabalho e nunca tinha havido qualquer problema junto aos comandos por onde passei, só que agora perdi a autonomia e não sei trabalhar assim. O que faço aqui é desmanchado lá na frente, por isso pedi pra sair", desabafou. Tenente Eromar deixou explícita a sua paixão pelo trabalho na Polícia Militar e o desejo de continuar trabalhando em Mossoró. "Estou à disposição do comando-geral para atuar em qualquer setor e se puder escolher prefiro ficar trabalhando em Mossoró, onde já estabeleci moradia e família", acrescentou. 
FONTE: GAZETA DO OESTE
Parabenizo e dou apoio à atitude corajosa do tenente Eromar, pois a realidade exposta nesta reportagem acontece em todas as unidades, quando o policial deseja trabalhar em defesa da sociedade mas por força maior é impedido ou tem todo seu trabalho jogado no lixo. E isso não pode mais acontecer, pois desmotiva o profissional e deixa a sociedade mais vulnerável a ser vitima da violência, insegurança e criminalidade.

4 comentários:

  1. Venho aqui propor um desafio a imprensa local!!! ! . Antes de mais nada quero dizer como era ROCAM antes do Comando do TEN. Eromar: * A ROCAM possuia 6 motos que não fucionavam muito bem, hoje são 40, * Não Havia viaturas tipo automóvel, hoje possuem 2 viaturas, * Não Havia estrutura de trabalho, * Não tinha Homens treinados, * Só existiam 18 Homens em seu efetivo, hoje são 46 Homens, *os Homens trabalhavam sem estímulos, * armas de grosso calibre pistolas resevadas foram adquiridas depois de exigências feitas por esse Oficial, * Não tinha liderança, só Chefia, * Não tinha estatísticas conquistadas com o trabalho da ROCAM, entre armas apreendidas, motos recuperadas, bandidos tirados de circulação, ETC, ETC.. Pois bem!, Depois de tantas falhas esse Homem Ten. Eromar consquistou, organizou, insentivou, treinou e deu alma nova um Grupo que estava sendo destaque em MOSSORÓ. após feito essa referências, quero propor ao Jornalismo local que, procurem saber se todos policiais existentes na ROCAM está satísfeito com sua saida?, Procurem saber se realmente havia um bom relacionamento entre ele o Comandante do 12º BPM?, Procurem saber se ele não estava sobre pressão pra tomar essa decisão?, procurem saber se o Comandante do 12º estimula aos soldados da ROCAM a trabalharem satisfeito?, procurem saber se ele (Comandante do 12º BPM) está preocupado com a saida do Ten. Eromar? . Procurem saber se o Comandande do 12ºBPM está preocupado se há crimes do outro lado da cidade, como Santo Antõnio, Abolições e Etc, afinal ele diz que não é responsabilidade dele!, se bem que a rocam transitava em toda Mossoró e ele limitou a atuação para desputar poder com o Coronel Alvibar. Assim sendo, o próprio Major. Correia Lima já sugerio que desmenbrasse a ROCAM e retirasse homens de sua modalidade para forma um FORÇA TÀTICA, isso pra satisfazer seus interesses pessoais e mascará a falta de efetivo em nosso Estado, querer tampar o SOL com um peneira. Acho que se meu comentário tivesse poder, ele seria publicado e a Governadora do estado iria saber que esse homem Ten. Eromar, mantinha e ainda mantem todos recursos das viaturas com meios próprios, pois faltam peças pra reposição. Moral da História? . não dou muito tempo para ROCAM deixar de existir sem esse nobre oficial afrente.

    ResponderExcluir
  2. Venho aqui propor um desafio a imprensa local!!! ! . Antes de mais nada quero dizer como era ROCAM antes do Comando do TEN. Eromar: * A ROCAM possuia 6 motos que não fucionavam muito bem, hoje são 40, * Não Havia viaturas tipo automóvel, hoje possuem 2 viaturas, * Não Havia estrutura de trabalho, * Não tinha Homens treinados, * Só existiam 18 Homens em seu efetivo, hoje são 46 Homens, *os Homens trabalhavam sem estímulos, * armas de grosso calibre pistolas resevadas foram adquiridas depois de exigências feitas por esse Oficial, * Não tinha liderança, só Chefia, * Não tinha estatísticas conquistadas com o trabalho da ROCAM, entre armas apreendidas, motos recuperadas, bandidos tirados de circulação, ETC, ETC.. Pois bem!, Depois de tantas falhas esse Homem Ten. Eromar consquistou, organizou, insentivou, treinou e deu alma nova um Grupo que estava sendo destaque em MOSSORÓ. após feito essa referências, quero propor ao Jornalismo local que, procurem saber se todos policiais existentes na ROCAM está satísfeito com sua saida?, Procurem saber se realmente havia um bom relacionamento entre ele o Comandante do 12º BPM?, Procurem saber se ele não estava sobre pressão pra tomar essa decisão?, procurem saber se o Comandante do 12º estimula aos soldados da ROCAM a trabalharem satisfeito?, procurem saber se ele (Comandante do 12º BPM) está preocupado com a saida do Ten. Eromar? . Procurem saber se o Comandande do 12ºBPM está preocupado se há crimes do outro lado da cidade, como Santo Antõnio, Abolições e Etc, afinal ele diz que não é responsabilidade dele!, se bem que a rocam transitava em toda Mossoró e ele limitou a atuação para desputar poder com o Coronel Alvibar. Assim sendo, o próprio Major. Correia Lima já sugerio que desmenbrasse a ROCAM e retirasse homens de sua modalidade para forma um FORÇA TÀTICA, isso pra satisfazer seus interesses pessoais e mascará a falta de efetivo em nosso Estado, querer tampar o SOL com um peneira. Acho que se meu comentário tivesse poder, ele seria publicado e a Governadora do estado iria saber que esse homem Ten. Eromar, mantinha e ainda mantem todos recursos das viaturas com meios próprios, pois faltam peças pra reposição. Moral da História? . não dou muito tempo para ROCAM deixar de existir sem esse nobre oficial afrente.

    ResponderExcluir
  3. Esse oficial(cujo nome não será por mim citado mas q todos conhecem)sempre foi assim...ja trabalhei com o mesmo e ele é uma pessoa irredutível,além de não saber ouvir a ninguém...acha-se acima do bem e do mal,amante dos elogios,não sabe que um líder é ,antes de tudo, um autocrítico,infelizmente temos que conviver com gestores na PM ao invés de verdadeiros LÍDERES!

    ResponderExcluir
  4. isso acontece a decadas na PMRN, isso chama-se inveja de alguns que nao tem coragem de fazer o trabalho a favor da sociedade, quando aparece um que tenha amor pela profissao e perseguido, o ten. que eu nao a conheço esta de parabens esse com certeza nao e daqueles que gosta de salas c ar condicionados e so sai quando ver holofotes de tvs p ganhar nomes e nao aceita, se agarrar nas tetas gordas do estado, entendam o oficial so queria mostrar que pode diminuir um pouco a criminalidade.

    ResponderExcluir