PRESO ACUSADO DE MATAR MULHER APÓS BRIGA DE TRÂNSITO NA BERNARDO VIEIRA


A Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu na noite desta terça o ex-presidiário Wagner Gomes de Lima, de 36 anos, acusado de matar a facadas na noite da última segunda Lúcia Maria Wanderley Montenegro, de 56 anos, na avenida Bernardo Vieira. Lúcia foi morta após uma briga de trânsito, na hora em que Wagner tentou esfaquear o filho dela, identificado como Rutêncio Antônio Wanderley Montenegro, de 26 anos. O jovem está internado em estado grave, uma vez que também foi esfaqueado. A informação da prisão foi confirmada pela Polícia Civil através do Twitter. Wagner estava foragido desde a hora do crime, ocorrido por volta das 20h30 da segunda. "Ele foi preso na cidade de Nova Cruz, após uma denúncia anônima, e confessou que esfaqueou as vítimas. Além disso, familiares dele disseram que Wagner era ex-presidiário e respondia por estupro", declarou a Polícia via rede social. O delegado Roberto Andrade foi designado delegado especial para apurar o crime. A arma usada pelo acusado também foi apreendida.
DN ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário