SECRETÁRIO CULPA 'CAUSAS SOCIAIS' POR AUMENTO DE HOMICÍDIOS NO RN

Aldair da Rocha, titular da Segurança, dividiu a responsabilidade da polícia.


Matéria divulgada no G1/RN no dia 29 de novembro demonstra que o Presidente do Conselho de Direitos Humanos Marcos Dionísio estava correto quando disse que o mês de dezembro deverá registrar ainda mais assassinatos.

Leia a matéria completa a seguir:

O aumento do crime de homicídio em Natal e região metropolitana foi atribuído às "causas sociais" pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, Aldair da Rocha. Em entrevista ao RN TV 1ª Edição desta quinta (29), Rocha comentou os dados da subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal do estado, que foram divulgados com exclusividade pelo G1 nesta quarta (28). O secretário admitiu que parte do crescimento dos homicídios é culpa da polícia, mas dividiu a responsabilidade com outros setores da sociedade.“Os desajustes nas famílias, a falta de escola, de religião. São causas sociais que devem ser tratadas a fundo. A polícia trabalha com os efeitos da violência e este papel está sendo desempenhado”, defendeu. Ao ser indagado sobre os motivos que levaram ao aumento da criminalidade, Aldair da Rocha disse que 80% dos homicídios ocorreram devido ao tráfico de drogas e ao consumo de substâncias ilícitas. “As Polícias Civil e Militar estão trabalhando ininterruptamente há dois anos. Tanto que apreendemos quase duas toneladas e meia de drogas nos últimos 30 dias. Operações conjuntas entre a Civil, PM, PF e PRF estão acontecendo. O combate está sendo feito efetivamente”, esclareceu Aldair. A partir da previsão feita pelo presidente do Conselho de Direitos Humanos do RN, Marcos Dionísio, de que o mês de dezembro deverá registrar ainda mais assassinatos, o secretário não descordou. “Infelizmente a violência é um problema instalado em todo país, não só no RN. Mas a PM está nas ruas com barreiras, estão acontecendo Blitzen e a Polícia Civil está sendo aprimorada”, afirmou Aldair. Para diminuir a criminalidade, o secretário defende a união de todas as esferas do poder. "Nós dependemos de outras instituições. Precisamos da colaboração do Município, do Estado e do Governo Federal", finalizou.
G1 RN

Um comentário:

  1. eu que trabalho na area de parnamirim ja nao falo o mesmo, quando assumo uma vtr peço proteçao divina, pq uma vtr p assumir varios bairros os pms do terceiro bpm sao herois, quando a vtr atende a ocorrencia nestes birros passagem de areia,pirangi de dentro,bela vista, pingo dagua,todos esses birros so quem resolve a oc e uma vtr, e se precisar de um apoio fica dificil chegar pq e muito distante p apoio.

    ResponderExcluir