DE ONDE VEM O DINHEIRO GASTO COM A POLÍCIA MILITAR NO CARNATAL?


O jornal DN Online divulgou neste domingo, 09, que o gasto com a polícia militar durante os quatros dias de carnatal custa 1 milhão de reais.

Tendo em vista todos saberem que o carnatal é uma festa privada, fica a pergunta:

De onde vem o dinheiro gasto com a polícia militar no carnatal?

Este dinheiro pode vir de dois lugares:

1º Organização do evento, caracterizando privatização do serviço público de segurança; e,

2º Governo do estado, caracterizando patrocínio de festa privada com dinheiro público.

Ou seja, todas as duas possibilidades devem ser investigadas para saber se ocorre alguma ilegalidade, e por consequência julgar e punir o autor da irregularidade.

Leia a seguir a matéria divulgada pelo DN Online:
"Custo com PMs para segurança do Carnatal 2012 é de cerca de R$ 1 milhão
O Governo do Estado disponibilizou um efetivo de 1.500 homens para o Carnatal 2012. Durante os quatro dias do evento, os policiais trabalharão fardados e à paisana, dentro e fora do circuito da festa para garantir a segurança aos foliões ao entorno. O custo de segurança para a promoção desta festa particular gira em torno de mais de R$ 600 mil, apenas com a Polícia Militar. Segundo o comandante da PM, coronel Francisco Canindé Araújo, todos os policiais inseridos na operação do Carnatal faz parte de um efetivo extra, que não trabalharia nestas datas e foram convocados ao evento mediante pagamento de diárias. Se o efetivo não desfalca outras áreas da capital, dispensam um custo de R$ 100 de diária operacional para cada policial (R$ 600 mil, nos quatro dias), afora pagamento de lanche e jantar. Juntos - diária e alimentação - o valor chegaria em torno de R$ 1 milhão. Também foram montadas 15 torres para observação, em pontos estratégicos do percurso da festa."

3 comentários:

  1. Mossoró cidade junina é do mesmo jeito, então porque não se investiga também?

    ResponderExcluir
  2. eu passei varios anos tirando serviços dentro desse inferno que se chama carnatal, sofri muito a miseria das diarias era uma luta para receber, enquanto os companheiros prejudicados nao procurar o seus direitos, vai ser quase todo dias nas tvs locais denunciando que diaria de tal festa nao pagarao,por isso que e tabalho perdido me escalar, prefiro um bico pelo menos nao tenho dor de cabeça para receber.

    ResponderExcluir
  3. fica a dica do referido jornal para que o ministério público do Estado acorde de seu sono profundo,leniente e omisso quanto aos PMs do RN E LUTE PARA ACABAR MORALIZANDO ESSA POUCA VERGONHA QUE OCORRE TODOS OS ANOS!!!

    ResponderExcluir