BOMBEIROS VÃO PATRULHAR ONZE PRAIAS DO LITORAL POTIGUAR


O Corpo de Bombeiros do RN está fechando os últimos detalhes para a Operação Verão 2013. Serão 76 homens - oito deles mergulhadores - fazendo trabalhos de prevenção, orientação e guarda-vida. Eles terão a disposição cinco quadriciclos, sete veículos pick up e um bote inflável. O Governo do Estado ainda não divulgou a data de início da operação. Segundo secretário de segurança, Aldair da Rocha, isso será definido em uma reunião que acontecerá hoje (18) pela manhã. Entre as praias patrulhadas pelo Corpo de Bombeiros na operação estão: Búzios, Ponta Negra, Praia do Meio, Praia do Forte, Pipa, Tabatinga, Camurupim, Redinha Nova, Redinha Velha, Santa Rita e Jenipabu. "Em todas essas praias teremos a presença dos bombeiros. Algumas delas, como é o caso da Redinha e Búzios por registrarem mais acidentes, terão três pontos de observação (dois fixos). A praia do Forte terá dois e as demais um ponto", disse o capitão Queiroz, do CBMRN. De janeiro até ontem o Corpo de Bombeiros registrou 26 mortes por afogamento, sendo 13 acidentes no mar (a maioria na Redinha) e 12 em águas abrigadas como lagoas e açudes. No outro caso, a pessoa estava nas pedras, teve uma crise epilética, caiu na água e se afogou. Os municípios do interior do RN também receberão a Operação Verão. Em Mossoró, a partir de sexta-feira (21) cerca de dez homens do Corpo de Bombeiros intensificarão a fiscalização nas praias das Emanuelas e de Tibau. "Os guarda-vidas ficarão apenas nos finais de semana - sexta, sábado, domingo - e nos feriados. Eles terão à disposição um quadriciclo, uma pick up, um veículo de passeio e um bote inflável", disse o comandante do 2º Grupamento de Bombeiros, major Franklin Araújo de Sousa. De acordo com ele, nos últimos anos, não houve afogamento com vitimas fatais na região. Os homens do CB, além do trabalho protetivo, farão ações preventivas e de orientação sobre locais de banho seguro, distribuição de panfletos educativos. Em Caicó, ainda não está definido se haverá Operação Verão isso porque os açudes da região estão com baixo nível de água em virtude da falta de chuva. "Caso a situação de seca continue vamos atuar apenas em balneários e clubes da região com trabalho de orientação. Devemos ter entre 10 e 15 homens realizando esse trabalho", disse o sub comandante do 3ª Subgrupamento de Bombeiros, tenente Alcione Araújo.
TRIBUNA DO NORTE

Um comentário: