PM É MORTO E ESPOSA BALEADA EM SÃO PAULO DO POTENGI


O soldado da Polícia Militar do Rio Grande do Norte Sandro Richele de Araújo foi morto a tiros na noite desta quarta, na cidade de São Paulo do Potengi, a 71 km da capital Natal. Sandro foi morto ao chegar em casa. No atentado, a mulher dele também foi baleada.

Sandro estava numa moto e chegava em casa ao lado de sua esposa, quando foi surpreendido por um carro Celta preto. "Homens, ainda não se sabe ao certo quantos, desceram do veículo e abriram fogo contra ele. Sandro morreu ainda no local e sua esposa foi baleada", explicou um policial que não quis se identificar.

A mulher da vítima, que não teve o nome revelado, foi conduzida ao hospital regional da cidade e em seguida transferida para o Walfredo Gurgel em Natal. Ela não corre risco de morte.

Logo após o crime, os bandidos abandonaram o veículo. "Ainda não sabemos como eles fugiram e se tiveram apoio de outro carro", afirmou o policial. O carro utilizado foi levado para a delegacia local e será submmetido a perícia. Sandro respondia a pelo menos dois processos na justiça estadual, sendo dois por homicídio qualificado. Este é o terceiro policial baleado num intervalo de três dias em Natal e no interior do estado. Destes, dois morreram e um ficou ferido.
DN ONLINE

3 comentários: