JURÍDICO DA APRAM CONSEGUE ABSOLVIÇÃO DE PMs EM JÚRI NA PARAÍBA

Ontem, num julgamento bastante concorrido com duração superior à 10 horas, a assessoria jurídica da APRAM logrou novo êxito na defesa de policiais militares associados. A equipe de advogados, que teve à frente os Drs. Gilmar Fernandes e Francisco de Assis, conseguiram a absolvição de dois dos três PMs filiados à entidade e que foram submetidos ao Tribunal do Júri Popular transcorrido no fórum da cidade de Campina Grande, na Paraíba . Foram absolvidos os soldados Ewerton Fernandes da Silva e Antônio Carlos Ferreira da Silva, enquanto que Andriê Herculano de Oliveira foi condenado a 34 anos e 6 meses de prisão. Os militares respondiam ao processo sob a acusação de participação num triplo homicídio ocorrido em 2009. O fato aconteceu na zona rural de Brejo dos Santos, que fica entre as cidades de Catolé do Rocha, na PB, e Alexandria, no RN. A diretoria da APRAM lamenta a condenação do Soldado Andriê ao passo que destaca a grande atuação dos advogados da entidade que conseguiram a absolvição dos outros dois militares. O setor jurídico da entidade ressalta a importância dos resultados obtidos e reitera o compromisso de continuar a luta em defesa de todos os associados.
APRAM

Nenhum comentário:

Postar um comentário