POLICIAL MILITAR DE CAICÓ PAGOU PARA SUA MÃE USAR UMA MACA NO HOSPITAL WALFREDO GURGEL

O soldado da Polícia Militar, lotado no 3º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual em Caicó, Geanilton Ferreira de Oliveira, de 33 anos, voltou de Natal/RN esta semana com sua mãe que se envolveu em um acidente de carro no último dia 7 de outubro – o fato aconteceu em uma estrada do Sertão da Paraíba, quando ela voltava de Janduis/RN, onde tinha ido votar na companhia de outras pessoas. Ela sofreu Trauma Craniano Encefálico, e foi encaminhada para Natal, onde ficou internada no Hospital Walfredo Gurgel. 

Antes de seguir viajem para a capital do estado, a paciente deu entrada no Hospital Regional de Caicó. Aqui esperou tempo considerado por uma ambulância. Os dois motoristas de plantão, estariam com os telefones desligados. Outro que estava de folga, participando de uma carreata politica, teve que suprir a necessidade.

Em Natal, mudaria de maca, pois a que estava deveria retornar a Caicó, junto com a ambulância. Das 20hs até as 23hs30min, o policial Geanilton Ferreira, esteve procurando nos corredores por uma maca junto a equipe terceirizada de maqueiros.

Um dos profissionais esteve esse tempo todo “cozinhando” o policial. Em determinado momento, Geanilton perguntou a uma enfermeira o por que de estar sendo tratado daquela forma pelo maqueiro.

Ela disse: “Ele está esperando que ofereça algo” – que seria uma vantagem, dinheiro talvez – foi então que o policial conversou com o homem, e este lhe cobrou 30 reais. Quando o dinheiro foi pago, a maca apareceu.  

Durante os 6 dias que passou no interior do Hospital Walfredo Gurgel, o policial Geanilton Ferreira, ainda teve o seu celular roubado.

“Eu não tinha dormido direito, e em um cochilo, me roubaram“, relatou. “Foram momentos difíceis“, complementa.

Ele conclui o seu relato lembrando de uma placa que existe afixada na entrada do Hospital Walfredo Gurgel: “Não pague pelos serviços deste hospital – Ele é público“.

Ouça a entrevista do policial Geanilton Ferreira concedida na Rádio Caicó AM na íntegra AQUI.
DE FATO

3 comentários:

  1. Fica as perguntas:

    ONDE ESTÁ O HOSPITAL DA POLÍCIA?

    PARA QUE ELE SERVE?

    ResponderExcluir
  2. amigo CB Heronides, no dia 02/09 eu fraturei a mão, fui ao Hospital Deoclécio Marques em Parnamirim e não tinha ortopedista, pois estavam em greve, partir para o walfredo e a situação era a mesma, se não tivesse 278,00 para ser atendido no papi tinha ficado jogado com a mão fraturada. e o HPM... ah, esse eu não vou nem comentar. O resultado e que fiz cirurgia, to na fisioterapia e minha e não to recuperando os movimentos de alguns dedos, nem muito menos consigo segurar objetos pesado, como uma arma por exemplo, e sabe o que vou fazer, JUNTA MÉDICA!!!!!

    ResponderExcluir
  3. MUITO FÁCIL!!! DENUNCIAR AO MINISTÉRIO PÚBLICO
    HÁ SE FOSSE COMIGO OU PARENTE MEU... REBOLIÇO GRANDE EU FAZIA.

    ResponderExcluir