PARA JUIZ, SISTEMA PRISIONAL DO RN JÁ VIVE EM CALAMIDADE

Para o Juiz, Luiz Cândido Vilaça, os problemas encontrados no sistema prisional necessitam de investimentos e maior atenção de todos os envolvidos. “É perceptível o crescimento da violência. A criminalidade cresce de forma rápida e o judiciário tem papel fundamenta para diminuir esses índices, diminuir a criminalidade. O sistema deve ter um caráter socializador, mas não tem ”, explica.

O Juiz alerta que a falta de direcionamento e investimento na ressocialização continuam a tornar os presídios às verdadeiras “Universidades do Crime”. “O réu primário que é preso por um crime leve, chega ao presídio e é lançado entre assassinos, estupradores, sequestradores. Então, isso só contribui ara a continuidade do crime. Além disso, é preciso ficar claro que a questão não é só dinheiro para investimentos, mas é preciso de uma gestão de pessoas que fazem a diferença, de pessoas que estão à frente do problema, de ações concretas”, expõe.

Sobre a questão da possível decretação de calamidade pública, Luiz Cândido é enfático “chamar o momento de calamidade não é exagero, porque calamidade nós já estamos, mas é preciso saber como esse decreto ajudaria. Como as ações a partir desse decreto poderiam ter resultados, para efetivamente resolver o problema do sistema prisional”, esclarece.
NOMINUTO.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário