POSTAGEM DO VÍDEO DO CORONEL PROVOCA DESCONFORTO E MODERAÇÃO DOS COMENTÁRIOS

Eu sou muito mole mesmo, o coronel fica alterado, os policiais militares realizam o procedimento legal, o vídeo é colocado no youtube, as opiniões são expostas nos comentários da postagem e o culpado é o cabo véio. Brincadeira!

Tudo devido a um comentário bem paulada... Que falou a verdade e não foi ofensivo.
  • Sempre deixei os comentários livres e expostos, mesmo quando denegria a minha postura pessoal.
  • Mas a partir desta segunda-feira, 30, os comentários serão moderados.
  • Somente serão aceitos os comentários identificados!

12 comentários:

  1. Cabo Heronildes bom dia. Não lhe conheço pessoalmente, mas sei que é um Cabo da PM, e somente por isto, lhe considero sem lhe conhecer.

    Primeiro, gostaria de pedir para rever um pouco dos seus conceitos. Pois, você prega muito a lei. Pelo que posso ler nos seus textos, se foi cumprida a lei, para você, está tudo bem.

    Mas, a história mostra que não é bem assim. Pois, esse império da lei, realmente já existiu, mas isso mudou quando os oficiais nazistas justificaram, quando estavam sendo julgados, que matavam, torturavam e violentava as mulheres e filhas dos judeus apenas em nome da lei. E era verdade.

    Inclusive, o próprio Kelsem foi vítima deste monstro (a legalidade) e teve que fugir para não ser queimado em um forno crematório nazista.

    Então, o que fazer, já que os oficiais nazistas estavam apenas cumprindo com o seu dever legal, determinado por lei, que foi criada e elaborada por Hitler?

    ResponderExcluir
  2. Muito fácil Kelly, divulgar o abusos para que as leis arbitrárias sejam modificadas.

    Não vamos justificar um erro com outro!!! Isso é ser burro duas vezesssss...

    ResponderExcluir
  3. Caro cb Heronides, apesar de divergir em muitos posicionamentos pessoais, gostaria de mais uma vez parabenizá-lo por manter este blog e dizer-lhe que o que faz o mesmo ser o mais popular dentro da comunidade policial, é justamente o fato de ser extremamente democrático, diferente de outros blogs que só postam depoimentos favoráveis ao sistema.

    Por isso mesmo nos entristece saber que a ditadura tenta se impor também aqui onde se exercita o simples ato cidadão de emitir opnião. A meu ver, os poucos Policiais Militares que expõem seus pontos de vista em vosso blog, são pessoas capacitadas e respeitadoras o suficiente para evitar comentários que denigram instituições ou atinjam a honra de quem quer que seja.

    Em nenhum momento, os comentários dos policiais no post anterior foi dirigido à honra de pessoas, mas tão somente ao COMPORTAMENTO de pessoas e HUMANIZAÇÃO DAS RELAÇÕES, o que me pareceu incomodar pessoas que tem visão e talvez posição social diferente.
    A sra Kelly defendeu por várias vezes o posicionamento social do militarismo, chegou mesmo a ofender as pessoas mais velhas generalizando-as como pessoas arrogantes. Dirigiu-se diretamente a alguns comentários de colegas, deixando transparecer ás vezes que o sr Heronides deveria ceder e começar a moderar ( a meu ver, apalavra certa seria sensurar), os comentários que defendem pontos de vista diferente do dela.

    Apesar de em alguns momentos até concordar com a sra Kelly,( por exemplo quando se diz que deveríamos ser mais corporativistas), acho que a mesma se perdeu quando tentou IMPÔR seu ponto de vista e até tentou atingir a dignidade de quem ela nem ao menos conhece. Não sei se a sra é Oficial PM, se dona de casa, se estudante ou exerce qualquer outra atividade laboral sra Kelly, mas gostariamos ( digo em meu nome e alguns companheiros que comigo trabalham), que a sra respeitasse a opinião alheia. Não faça suposições, não sou político, não sou fanfarrão ( que se ostenta de valente sendo covarde), apenas sou um cidadão Policial Militar que aproveita esse espaço para emitir sua opnião sobre os assuntos abordados. Isso se chama cidadania, nem mais nem menos.

    Por fim, mais uma vez quero parabenizá-lo , sr Heronides, pois imagino o que tem que “ouvir” de pessoas que tentam amordaçar seu pequeno espaço midiático.

    ResponderExcluir
  4. Com os anos de serviço que tem ja deveria saber, a culpa sempre é do cabo!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse Coronel precisa ler a nossa CF/88, já que a nossa carta magna proíbe qualquer forma de censura a liberdade de expressão, inclusive a que ocorre tendo como fundamento norma infraconstitucional na qual se encontra o RDPM:
    CAPÍTULO V
    DA COMUNICAÇÃO SOCIAL

    Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

    § 1º - Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.

    § 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Artigo 220 nãó é de EFICÁCIA PLENA, como você sugere, mas sim, é de EFICÁCIA PLENA e LIMITADA. Portanto, não se aplica, nem pode ser arguida como inconstitucional frente ao ordenamento infra.

      Excluir
  6. Os artigos do RDPM, lei de 1983 (do período ditatorial) , no que tange as vedações que ele impõe a liberdade de expressão, não foram recepcionados pela CF/88 (do período democrático) que por isso não devem ser aplicados. Contra esses artigos cabem a meu ver sem sobra de dúvida uma ADPF. O problema nesse caso são o legitimados para a propositura da ação que na sua maioria são entes políticos que usufruem do poder e do caráter militar de nossas policias e por isso, não tem interesse de propor esse tipo de ação. A outra forma de não ver aplicado esses artigos tenebrosos e anti-democráticos é arguir a sua não recepção em uma ação judicial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concurseira! Não há antinomia aparente, como você sugere. O RDPM é cópia do RDE (Regulamento Disciplinar do Exército Brasileiro).

      A PM é força auxiliar do Exército e não pode ter regulamento próprio e autônomo, mas sim, deve ser regido pela mesma disciplina do Exército.

      O Regulamento Disciplinar do Exército é lei recepcionada pela Constituição Federal. Para você ter idéia de como o regime militar é rígido: para um militar casar tem que pedir permissão ao seu Comandante, sob pena de está cometendo um ato de indisciplina.

      A norma constitucional que diz que todos são iguais perante a lei, também não tem eficácia plena.

      Outra coisa, não pode, um órgão ser parte em Processo, como você disse. Os órgãos não tem personalidade jurídica, são incapazes juridicamente. A capacidade é requisito obrigatório da Ação.

      Os legitimados são sempre pessoas, agentes públicos ou o próprio Estado, que pode ser a União, Estados e Municípios. Estes sim, tem personalidade jurídica para propor ação. O primeiro tem personalidade jurídica de direito privado, os demais de direito público.

      O livro: "DIREITO CONSTITUCIONAL DESCOMPLICADO" de Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo é muito bom para suprimir estes entendimentos equivocados. Dê uma lidinha, é muito bom para concurso.

      Excluir
  7. PALMAS PARA O CB HERONIDES!! É ISSO AÍ, A CONSTITUIÇÃO É BEM CLARA NO SEU ARTIGO 5° & I " TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI" NINGUÉM ESTÁ ACIMA DELA. E NEM TÃO POUCO VIVEMOS O PERÍODO NAZISTA. É A REALIDADE... MUITOS SE ACHAM PORQUE TEM PATENTE, CARGO E TENTA HUMILHAR SEUS PARES E NÃO É BEM ASSIM. O PAU QUE DÁ EM CHICO DÁ EM FRANCISCO SÓ PORQUE É TE. CEL. ESTÁ ACIMA DA LEI?? SE ESTÁ COM PROBLEMAS PSICOLÓGICOS CABE O SISTEMA AFASTÁ-LO. ESSE NEGÓCIO DE EXISTIR CORPORATIVISMO E FIDELIDADE TEM MAIS É QUE ACABAR. SEJA EM QUALQUER ESFERA PÚBLICA, ONDE JÁ SE VIU? ENTÃO EU VOU MATAR E NÃO VOU PRESA? VOU ASSALTAR E NÃO VOU PRESA? SE UM PM VEM ME PRENDER EU DOU UMA CARTEIRADA NELE E ESTÁ TUDO CERTO?????
    (SE NÃO QUER EXPOR SEUS ERROS PROCURE NÃO COMETE-LOS)
    PARABENS CB HERONIDES!
    PELO BLOG E PELO COMENTÁRIO.
    PELO JEITO O SENHOR TASSO JÁ TEM ADVOGADA DE DEFESA.

    ResponderExcluir
  8. Concordo plenamente sobre que a notícia deva ser divulgada sim, pois, independente de graduações ou patentes é diretamente ligada a nossa instituição e é de interesse coletivo que seja divulgada. Quando prenderam PMs ditos do grupo de extermínio ninguém reclamou sobre a divulgação de imagens,notícias e opiniões e outros mais que se envolvem em diversos tipos de ações. Acho que a OC foi tão simples que nem merecia tanto destaque nos comentários. vi ainda uma pessoa querendo jogar a PM contra a PC o que não é legal. Somos todos policiais e sabemos bem os limites e deveres de cada instituição. Nem vi nada que se parecesse com tortura contra o Cel. É evidente que o que precisa ser feito é uma junta para analisar o afastamento definitivo da atividade policial. O cidadão que por sua natureza policial pode causar a sí ou a outros danos a vida pela condição psicologica, se assim for constatado deve ser bem assistido pelo governo e pela sua instituição que em contra partida respondera pelos atos dele junto a sociedade.
    E acredito e torço plenamente pela desmilitarização... pra nunca ouvir alguém que esta errado mandar uma unidade de SV entrar em forma...é muito triste um profissional ter que passar por isso devido a Leis arcaicas e ultrapassadas. Veja se isso acontece num País de primeiro mundo. Falo isso pq o Brasil se espelha tanto nos Países de primeiro mundo e tenta imita-los em Leis e modo de operação.
    Sd Neriberg.

    ResponderExcluir
  9. Sta. Kelly, primeiramente queria citar para vc a frase equivocadamente atribuída a Voltaire:"Não concordo com o que dizes, mas defenderei até a morte teu direito de dizê-lo". Com o devido respeito, acho que vc se equivoca nos seus posicionamentos ao comparar a atitude de respeito à lei do Cb Heronides com um dos períodos mais negros da humanidade (violando claramente a lei de Godwin). Claro que tal período foi a derrocada do juspositivismo (atitude de apego ao direito escrito), mas o que impede que uma conduta legalista hoje resulte em condutas de atrocidades amanhã são as instituições de um Estado, e não o (des)respeito às leis. Se a nossa sociedade assumir papel hierarquizado como ocorreu na Alemanha do Nacional Socialismo, onde a figura do "Führer" tomou pra si todo o poder do Estado sem freios e contrapesos típicos de uma democracia, está aberto o precedente para as atrocidades (ex. Ditadura Militar 1964-1985). Hoje dispomos de uma Constituição extremamente humana e, se não de um Executivo e Legislativo dos melhores, um Judiciário disposto a declarar inconstitucional qualquer medida que tolha o cidadão de suas garantias fundamentais prescritas não só na CF, como na CADH. Pena que tais prerrogativas mal se aproximam da vida castrense, deixando nós militares no limbo das garantias fundamentais...

    ResponderExcluir
  10. Caro Heronides e companheiros, gostaria de aproveitar esse espaço para dizer-lhes que, se em algum momento algum comentário meu ( Paulo Paulada ), causou algum mal estar a vossa pessoa, e com isso alguma possibilidade de retaliação ao vosso blog bem como a opnião de meus companheiros, peço que realmente venha a "moderar" meus comentários, mas ainda assim, revendo-os todos, não consegui enxergar ofensividade ou desvirtuação.

    Obrigado pelo espaço oferecido.

    ResponderExcluir