GOVERNADORA ANUNCIA PLANO DE EMERGÊNCIA PARA SAÚDE

A governadora Rosalba Ciarlini e o secretário de Estado da Saúde Pública (Sesap), Isaú Vilela, apresentaram nesta quarta-feira (04) o Plano de Enfrentamento para os Serviços de Urgência e Emergência do Rio Grande do Norte.

Rosalba Ciarlini garantiu R$ 12 milhões para reforma e equipagem das portas de entrada (Emergências) de 4 hospitais de referência da RMN: Walfredo Gurgel, Santa Catarina, Maria Alice Fernandes, Deoclécio Marques (Parnamirim). Prazo máximo de conclusão do investimento: 6 meses.

O governo também pretende investir R$ 13 milhões do Tesouro do Estado para reforma, restauração ou ampliação dos hospitais: Giselda Trigueiro, João Machado, Santa Catarina, Walfredo Gurgel e Maria Alice, em Natal; Rafael Fernandes e Tarcísio Maia, em Mossoró; e os Hospitais Regionais de Macaíba, Santo Antônio, São Paulo do Potengi e Caicó.

Em 90 dias, o governo se propõe a investir R$ 4,7 milhões do MS para criação de uma Central de Regulação Única (CRU) para gerenciamento dos leitos da rede pública de saúde do RN, com implantação de sistema e capacitação dos profissionais.

Rosalba Ciarlini também anunciou o início do repasse de 600 mil reais/mês para custeio de hospitais da rede estadual, na RMN, pelo Ministério da Saúde, dos quais 300 mil são para o Walfredo Gurgel.

Outra medida: implantação de 100 novos leitos de retaguarda clínica, com repasse de verbas pelo MS. Serão 60 leitos no Hospital Universitário Onofre Lopes, implantados de imediato, por meio de assinatura de convênio específico com a UFRN. Prazo previsto: 30 dias para os primeiros 30 leitos e 60 dias para os outros 30.

O governo também pretende reformar e readequar a ala clínica do Hospital João Machado para viabilizar a implantação dos outros 40 leitos. Outros 25 leitos de retaguarda clínica serão implantados no Hospital Ruy Pereira.

O governo vai implantar 63 novos leitos de UTI: 06 de UTI Geral no Ruy Pereira; 10 de UTI Pediátrica e 09 de UTI Coronariana no Onofre Lopes; 10 de UTI Geral no Walfredo Gurgel; 4 de UTI Pediátrica no Tarcísio Maia; 10 de UTI Pediátrica no Varela Santiago e 10 UTI Neonatal do Santa Catarina. Prazo: 90 dias.

Por último, a governadora garantiu a conclusão da implantação da primeira fase de regionalização do SAMU 192 estadual, com extensão das bases para o Oeste, Seridó e Trairi (42% para 72% da população). Prazo: 6 meses.
FONTE: NOMINUTO.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário