ARCEBISPO DA PARAÍBA DIZ: “QUEM GASTA MUITO NA CAMPANHA, OU JÁ ROUBOU, OU VAI ROUBAR”

O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, está convicto de sua tese: candidato a prefeito que declarou que vai gastar milhões na eleição, "ou já roubou, ou vai roubar", caso seja eleito. Na ótica do religioso, a proporção de desonestidade cresce em pararlelo aos gastos de campanha: quanto mais se gasta, mais se pretende roubar.

"Quem gasta demais é sinal que tem algum reservado para aliciar alguém", pontuou, durante entrevista nesta sexta-feira (13/07).

Dom Aldo não escondeu ainda sua revolta com a quantidade de dinheiro que alguns candidatos declararam à disposição para "torrar" durante o processo eleitoral, situação essa que taxou de "escárnio".

"Eu fiquei enjoado quando vi", disparou o líder dos católicos na Paraíba, ao se referir à previsão de gastos registrada junto à Justiça Eleitoral.

Sem o menor constrangimento de taxar os candidatos ‘gastadores' do Estado, o arcebispo os chamou de ‘prostitutos', estendendo a pecha aos que vendem seu voto. "Prostitutos são aqueles que compram e vendem seu voto", explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário