SOLDADO DENUNCIA SITUAÇÃO DO BATALHÃO DA ZONA NORTE

Um soldado da Polícia Militar enviou um e-mail ao jornalista Jacson Damasceno contando a situação do 4º Batalhão, que atua na zona Norte. O policial resolveu relatar os problemas depois que leu a notícia sobre a inexistência de balas para a Polícia Civil há alguns anos. Abaixo os problemas relatados pelo praça:

Os colchões das bases e das guardas não estão em condições de uso, mofados e rasgados,

Os coletes estão vencidos e sujos, e não podemos levar para lavar,

De 06 viaturas do Tático apenas 03 estão funcionando de forma precária e 03 estão quebradas

Em cada conjunto da ZN, deveria haver uma viatura com três PMs e uma equipe de motos. Porém, cada viatura tem dois PMs e 80% dos conjuntos da ZN estão sem viaturas. Ou porque estão quebradas nas companhias da ZN, outras foram enviadas para conserto no comando geral e ficaram por lá mesmo. Além das que foram tomadas por falta de pagamento do aluguel.

nas bases da PM deveria haver dois homens, mas só fica um

A munição de pistola .40 está acabando, obrigando o policial a sair para combater o crime de revolver 38 e apenas 14 balas..

Nas quentinhas das guardas vêm somente arroz e um pequeno pedaço de fígado que os policias chamam de incrível Hulk ou bife ecológico, por ser verde

As bases estão sem manutenção, com vazamentos e algumas não tem radio comunicador. O soldado fica ao Deus dará, os banheiros estão quebrados, não é seguro dormir lá além de ser muito quente.

Dentro de 90 dias ficaram sem viaturas os conjuntos: Nova Natal, Gramore, Soledade, Pajuçara, Parque das Dunas, Parque dos Coqueiros, Planicie das Mangueiras, Vale Dourado, Niterói,Cidade do Sol, Redinha, Boa Esperança, Vale Dourado, Jardim Progresso, Gramorezinho e Jardim Brasil. Agora é só uma para cobrir essas áreas e uma equipe do Tático, que não sai da avenida Moema Tinoco.

As viaturas de área estavam trabalhando de revólveres pois não tem pistola para todos. As viaturas estavam sem condição de trabalho: sem embreagem, sem freio, sem farol, com pneus carecas, rolamento estourado, amortecedores estourados, e sem alinhamento.

Rádios com constantes panes. AS viaturas muitas vezes ficam sem comunicação com o Ciosp e com as outras viaturas.

Atualmente há um total desencontro de informações. Por exemplo: para saber de uma situação de um veiculo suspeito, o Ciosp muitas vezes não tem informação e a viatura precisa até uma plantão para saber se o veiculo tem queixa ou não.

Um comentário:

  1. AI FICAM DIZENDO QUE TEM Q COLOCAR 824 SOLDADO COM NOTA 5 PARA ENTRA. PORQ NAO DAO SUPORTE A ESSE TRABALHADORES Q ESTAO AI LARGADOS NAS CIA E BATALHOES SEM FAZER NADA SEM A MINIMA ESTRUTURA DE TRABALHO PORQ ESSA JUIZA QUE TA QUERNDO COLOCAR ESSES SUPLENTES DE MANEIRA ILEGAL POR QUE VC NAO ENTRA COM UM RECUSO CONTRA O GOVERNO PARA OBRIGAR ELE MANTER A PM COMO DEVERIA. MAIS NAO A SENHORA QUE COLOCAR 824 PARA SER + 800 HOMENS DESOCUPADOS SEM PODER DA NENHUMA SEGURAÇA PA POPULAÇAO ISSO E BEM SIMPLES SO NAO ENTENDE PESSOAS ASIM QUE FICAM POR TRAS DO GABINETES ENVOLVIDAS EM POLITICAGEM. ISSO E UM ABSURDO.....

    ResponderExcluir