INSEGURANÇA EM MACAÍBA

A insegurança do nosso município é tão grande que o medo já tomou conta de toda sociedade. Os constantes assaltos fazem com que a população fique cada vez mais apavorada.

Quem anda a noite por Macaíba percebe que a cidade está vazia, pois as pessoas só arriscam sair de casa em caso de extrema necessidade.

Isso não quer dizer que quem anda durante o dia está protegido, pois os números mostram que correm o mesmo risco de ter o seu bem (adquirido com tanto sacrifício) levado por um assaltante.

Leia a seguir um relato da senhora Maria das V. dos Santos Medeiros:
“Ajudem as pessoas que moram ou estudam no conjunto Auta de Souza, pois há mais de um ano que sofremos com os assaltos por motoqueiros, no ultimo dia 20 de junho, aproximadamente às 19:00 horas, um aluno da Escola Henrique foi assaltado e baleado entre a capela e a colônia de pescadores onde ficam vários prédios fechados, e a rua é muito mal iluminada. Quem mora nas ruas onde localiza a escola, capela e sede comunitária, teme toda vez que ao sair de casa possa ser a próxima vítima”.
Neste mesmo dia, um jovem que mora vizinho a minha residência (Conjunto Auta de Souza) teve seu celular roubado por dois assaltantes aparentemente bem vestidos, que também utilizava uma motocicleta.

O número de assaltos é tão grande que até os policiais estão sendo assaltados, na noite desta sexta-feira, 22, um policial militar teve sua moto roubada quando estava conversando com um amigo no conjunto Alfredo Mesquita.

Na realidade, a cidade de Macaíba vive sem segurança há bastante tempo. Caso não haja nenhum tipo de atitude para melhorar a segurança do nosso município, a cidade vai virar um caos.
“Há cerca de um mês ocorreu em nossa cidade uma audiência pública sobre segurança, com a participação de representantes da secretaria estadual de segurança, polícia militar e polícia civil. Após a audiência foi prometido que seria utilizado em nossa cidade o emprego de policiais da ROCAM, CAVALARIA e CHOQUE. Como realmente foi durante 08 dias. Pois afirmei a todos ao sair, que isso iria acontecer, pois este tipo de procedimento é normal para que amenize a situação. Ou seja, é um paliativo. Algo que não queremos, pois desejamos que a insegurança na nossa cidade seja sanada definitivamente”.
Nas próximas postagens iremos apresentar algumas soluções que podem ser aplicadas na nossa cidade para que diminua rapidamente esta insegurança e faça com que toda população macaibense venha a se sentir segura novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário