BRASIL TEM DE SE PREOCUPAR COM A SEGURANÇA DA COPA DE 2014

Essa é a síntese da mesa redonda da XVI Conferência Nacional da Unale que discutiu ontem, no Centro de Convenções.de Natal, os desafios e oportunidades que a Copa do Mundo irá trazer para o Brasil.

Segundo Pieter Cloete, a África do Sul teve que fazer um forte investimento no quesito segurança para poder superar o fato de o país ser taxado como não seguro, a exemplo do que poderá acontecer com o Brasil. Ele destacaque a definição de estratégias de segurança foi fundamental para vencer esse desafio. "A princípio tivemos que planejar, coordenar, ajustar e identificar quem era responsável pelo o quê, num trabalho de alinhamento de responsabilidades, utilizando tudo que fosse disponível para possibilitar segurança. "É importante resolver isso desde cedo porque temos que ter um ambiente seguro para as pessoas que veem ao espetáculo", disse ele.

DN ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário