SARGENTO DA PM É AGREDIDO, MAS EVITA RESGATE DE PRESO NO WALFREGO GURGEL

Três homens armados promoveram terror e medo na última quarta-feira (1), no hospital mais movimentado da Grande Natal. Por volta das 15h, quando acontecia a visita dos pacientes do Walfredo Gurgel, um policial que fazia a guarda de um detento do presídio estadual de Parnamirim foi rendido pelo trio que chegou ao 4º andar para resgatar o preso.

Armados de pistolas os suspeitos espancaram e obrigaram o sargento Aurélio, comandante da guarda do hospital a entregar a arma e se ajoelhar.
"Eu pensei naquele momento que era o meu fim. Em 27 anos de corporação nunca passei por um momento tão grave" disse. Sargento Aurélio
Logo depois o detento identificado por Alexon Silva de Paiva, de 29 anos, pulou da maca e correu em direção à portaria. Com ele os acusados de posse da arma do policial. Enquanto fugiam, o sargento ligou para os companheiros que estavam na frente do hospital e logo perseguiram o trio. Houve pânico e correria nas dependências do Walfredo e um dos suspeitos acabou detido, assim como o detento do PEP. Apreendido, o adolescente foi conduzido à delegacia de plantão da Zona Sul de Natal e lá ele conversou com a reportagem do Portal BO.

Na entrevista ele disse que não sabia que também faria parte do plano de resgate e apontou um dos comparsas como o mentor intelectual. O preso que seria resgatado confessou que o cumpre pena por assalto a mão armada e não sabia do resgate. Diante do fato, vária viaturas do BPCHOQUE e do 1º batalhão foram chamadas para tentar prender os acusados que fugiram, mas após diligências ninguém foi preso.

PORTAL BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário