PRISCO PEDE QUE PMs NÃO PROVOQUEM SOLDADOS DO EXÉRCITO

Logo após um confronto entre soldados do Exército e policiais militares baianos em greve, em frente à Assembleia Legislativa do Estado, em Salvador, os manifestantes que estão do lado de fora da Casa legislativa receberam uma ligação do líder da paralisação, o ex-policial Marcos Prisco, que está dentro do prédio.

Ele fez um apelo aos manifestantes (cerca de 300 pessoas) para que não provoquem os soldados que isolam o prédio e impedem a entrada de mais PMs parados. Um dos grevistas recebeu a ligação. Depois, passou a informação aos demais colegas.

Prisco pediu que os grevistas mantenham uma distância mínima de oito metros da barreira montada pelos soldados do Exército e que não atirem garrafas de água ou alimentos em direção das tropas.

FOLHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário