POUCOS TRABALHADORES PARTICIPARAM DO PROTESTO NO BALDO EM FAVOR DOS POLICIAIS MILITARES PRESOS NA BAHIA

Cerca de 20 trabalhadores caminharam até a sede do Tribunal de Justiça

Ainda que vários sindicatos e movimentos sociais tenham apoiado o Ato Público de repúdio à tentativa do Governo baiano em criminalizar a greve dos policiais militares, poucos manifestantes compareceram, esta manhã (10), a concentração no viaduto do Baldo, Zona Leste de Natal. Pouco mais de 20 pessoas caminharam até a sede do Tribunal de Justiça.

Para o vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM RN, soldado Roberto Cleiton, a movimentação é uma demonstração de que a indignação não é só policiais militares, mas de toda a sociedade com a forma em que estão tentando criminalizar os movimentos dos trabalhadores do Brasil.

“Jeoás foi convocado enquanto representante nacional dos praças para negociar junto com o Governo baiano melhorias para os policiais militares, e o Governo tenta de todas as formas ‘calar a boca desses trabalhadores’ decretando a prisão dos líderes do movimento”.

Roberto ainda lamentou a pequena quantidade de pessoas que participaram do movimento e justificou a ausência de policiais militares. “As centrais sindicais convidaram as lideranças das associações policiais, mas faltou mobilizar a tropa”.

No sábado (4), o Tribunal de Justiça baiano, a pedido do governador Jaques Wagner (PT), decretou a prisão dos líderes da greve da Polícia Militar da Bahia. Jeoás e outros 11 policiais militares que compões a Associação Nacional de Praças (Anaspra) são acusados por atos de vandalismo, roubos e formação de quadrilha, durante os protestos dos policiais baianos.

NOMINUTO.COM

3 comentários:

  1. Olá parabéns pelo seu Blog, eu me chamo Saulo Prado tenho um Blog de noticias Policiais denominado Plantão de Policia JTI, o qual te convido a conhecer.
    Agora serei vista constante aqui; aproveito e me coloco a sua disposição.

    Um abraço…

    ResponderExcluir
  2. os trabalhadores do estado ,desvalorizados, não teem coragem nem para se mobilizar imagina ai para trabalhar sem um bom salário. os refléxos estão ai, a falta de segurança, saúde e educação, serviços básicos, primordiais para a população. o governo plantou ao longo dos últimos anos e agora e esta colhendo. sem um salário digno não há motivação para se trabalhar satisfeito. agora é só corpo mole. o governo gasta milhões com propagandas e não tem vontade de valorizar o funcionalismo. vivemos em um faz de conta: faz de conta que o governo paga bem, e faz de conta que os funcionários trabalham satisfeitos.

    ResponderExcluir
  3. Tenho vergonha dessa tropa do RN. Eu não fui porque estava de serviço.

    ResponderExcluir