PM AUMENTA EM 50% EFETIVO NAS RUAS

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Araújo, garantiu devolver ao cidadão potiguar a sensação de segurança com a deflagração da Operação Metrópole Segura, anunciada ontem em entrevista coletiva. Após a fuga de quase 60 detentos de duas unidades prisionais diferentes, da onda de assaltos a estabelecimentos comerciais em Natal, além dos roubos de armamentos de seguranças particulares, a população se sente atemorizada. Para tentar conter o avanço da violência, o efetivo da Polícia Militar foi reforçado com a convocação de homens que estavam fora da escala de trabalho cumprindo folga. Pelo serviço extra, eles receberão R$ 50 pela diária operacional de seis horas corridas.

O efetivo de 800 militares que fazem a segurança da população cotidianamente, será reforçado. O número subiu para 1.200 desde ontem, quando a intensificação do policiamento ostensivo foi iniciada com a montagem de barreiras nas ruas e avenidas da capital e região metropolitana. Caso a Operação Metrópole Segura se estenda por um mês, a Polícia Militar necessitará de R$ 666 mil extras para honrar a folha de pagamento. "Não delimitaremos um período. Iremos trabalhar desta forma até que a população se sinta segura", ressaltou o comandante geral. Ele confirmou que os custos estão previstos em orçamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário