GRANDE NATAL CONTINUARÁ COM REFORÇO POLICIAL

A Operação Verão do ano de 2012 teve o seu encerramento registrado no final de semana passado. Para a Polícia Militar, isso não representará o enfraquecimento da segurança vista nas ruas. Para isso, a Operação Metrópole Segura permanece em vigor. Ontem, à reportagem da TRIBUNA DO NORTE, o comando-geral da Corporação divulgou um balanço parcial das atividades desenvolvidas. "Estávamos vivendo um momento de insegurança ocasionado pela proximidade do carnaval e a recente fuga em massa de Alcaçuz. A operação deflagrada foi bem sucedida e conseguiu reduzir o índice de violência constatado", informou o comandante-geral da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva.

Os dados repassados pela PM esclarecem que, em três semanas da operação Metrópole Segura, mais de 70 mil pessoas e 17 mil veículos foram abordados. Policiais militares prenderam 77 suspeitos e acusados, encaminhando-os para cumprimento de procedimento nas delegacias da Polícia Civil. A estatística apontou a apreensão de 28 armas de fogo, além da apreensão de quantidades de drogas, como crack, cocaína e maconha.

"A operação Metrópole Segura permanecerá ocorrendo. O reforço continuará nas ruas realizando abordagens e atentos a qualquer tipo de atitude delituosa", disse o coronel Araújo. A operação foi deflagrada em virtude das ondas de assaltos constatados na capital do Estado. Duas ocorrências chamaram atenção e causaram temor na população: o roubo de R$ 600 mil do banco Itaú no bairro de Candelária e o assalto a uma padaria em Petrópolis, que terminou em três feridos.

Após a fuga de quase 60 detentos de duas unidades prisionais diferentes, da onda de assaltos a estabelecimentos comerciais em Natal, além dos roubos de armamentos de seguranças particulares, a população se sentiu atemorizada. Para tentar conter o avanço da violência, o efetivo da Polícia Militar foi reforçado com a convocação de homens que estavam fora da escala de trabalho cumprindo folga.

O efetivo de 800 militares que fazem a segurança da população cotidianamente, foi reforçado. O número subiu para 1.200 desde ontem, quando a intensificação do policiamento ostensivo foi iniciada com a montagem de barreiras nas ruas e avenidas da capital e região metropolitana. "A operação deu resultados. Não registramos mais assaltos a ônibus e nenhuma outra ocorrência de grande gravidade nos últimos dias", declarou o coronel PM.

A secretaria de segurança reúne a imprensa durante a manhã de hoje para divulgar um balanço da operação Verão, deflagrada desde o mês de dezembro passado.

Sertão Seguro

A secretaria de segurança (Sesed) quer formar um "cinturão contra a criminalidade" no limite do estado do Rio Grande do Norte. Para isso, o planejamento é reforçar a operação Sertão Seguro. Reuniões periódicas ocorrem na Sesed para planejar ações integradas com os estados da Paraíba e do Ceará. "Queremos coibir o roubo de cargas e os assaltos a onibus de viagens interestaduais. Assim como dar uma resposta contra criminosos que estão arrombando caixas eletrônicos", informou o coronel Francisco Araújo.

A operação dedica atenção especial a áreas de limites e outras regiões que têm apresentado alto índice de criminalidade, como a região Oeste. Com o final da operação Verão, a PM destacará outras 10 caminhonetes para integrar as forças do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) que já atuam na área.

TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário