CIDADES PERDEM POLICIAMENTO PARA JOGO DE FUTEBOL

As cidades de Nova Cruz, Canguaretama, Passa e Fica, Boa Saúde, Vila Flor, Senador Georgino Avelino, João Câmara, Montanhas, Baia Formosa, Santa Cruz, Campestre e Santo Antonio ficaram sem policiamento devido a realização do jogo América X ABC na cidade de Goianinha.

Até que ponto o evento privado pode se sobressair em cima do bem comum?

No jogo de futebol são cobrados ingressos, e o valor arrecadado deveria servir para pagar a segurança do torcedor.

Pois, o evento é particular, cabendo a Polícia Militar realizar tão somente a segurança externa do estádio de futebol.

Resumindo, o estado está priorizando as partidas de futebol, e quem está pagando não são os clubes, e sim a sociedade norteriograndense.

Fica a pergunta:

Quem iria socorrer as cidades que ficaram sem policiamento?

Vejam a seguir as fotos das viaturas utilizadas no jogo América X ABC.






FOTOS DA ASSPRA

8 comentários:

  1. Me respondam por favor:

    Os clubes não são empresas privadas com fins lucrativos e cobram ingressos á população e o "palco" do show é alugado ou pertence a essas empresas?

    O trio de ábitragem não é contratado pela federação, que esta recebe dinheiro dos clubes, que por sua vez cobram dos torcedores?

    Todos, do vendedor de pipocas ao dono do bar, do roupeiro ao presidente do clube, almejam o lucro ao final dos jogos e de seus campeonatos, não é?

    Então onde está o Ministério Público que não vê que isso é uso de um serviço público (Polícia Militar) em prol da iniciativa privada?

    Dentro dos estádios, a segurânça é de responsabilidade dos organizadores do evento e não da Polícia Militar que desloca efetivo, assume responsabilidade por algo que não lhe compete e ainda deixam a população desfalcada de um serviço notoriamente já deficiente .

    Como diria um certo Datena: "Ou será que eu estou errado?"

    ResponderExcluir
  2. Esses efetivos que foram citados, pelo menos ficam no entorno próximo, o que não justifica também, mas imaginem o policiamento ser deslocado de Parelhas e Currais Novos para esse evento, como foram vistos aqui também, e tem mais, isso já virou moda, devido ao não pagamento de diárias, todos os jogos serão assim, até que a vagabundagem atentem para isso, e façam a festa nessas regiões descobertas!

    ResponderExcluir
  3. O GTO DE CURRAIS NOVOS E DE PARELHAS TAMBEM FORAM COMPANHEIRO

    ResponderExcluir
  4. O jogo jogado como quem sabe jogar da jogatina para os jogadores.

    ResponderExcluir
  5. Isso é culpa dos nossos "COMANDANTES" de Batalhões que, como sempre, querem tampar o sol com a peneira encobrindo as deficiências do DA SEGURANÇA PÚBLICA NO ESTADO...

    ResponderExcluir
  6. é a velha gloriosa que não pode nada mais pode tudo entendesse? e o mistério público está aonde será que está no canadá com a luíza?

    ResponderExcluir
  7. Sem falar que tinham vários policiais de folga que foram convocados para este jogo sem serem remunerados, onde no Plano de Policiamento, que está distribuído pelas CPMs e Pelotões, consta o número de D.O.s e os valores discriminados por jogo, e aí vem a pergunta: Quem está recebendo essas D.O.s, se o efetivo empregado nos jogos está de serviço normal, deixando suas áreas de atuação descobertas? Se durante estes jogos, houver um fato de grande repercussão na área descoberta, quem vai assumir a responsabilidade? Será o Comandante do Batalhão ou vão jogar para os praças usando o RDPM,para punir por abandono de área de atuação?

    ResponderExcluir