SEJUC SEM RECURSOS PARA FECHAR TÚNEIS DE ALCAÇUZ

Os problemas de infraestrutura enfrentados pelas unidades prisionais do Rio Grande do Norte facilitaram novamente a ação de criminosos em busca da liberdade. Ontem, quatro homens conseguiram fugir do Presídio Estadual de Alcaçuz. Eles aproveitaram a estrutura de um túnel já descoberto anteriormente pela direção da penitenciária - mas que não foi inutilizado da maneira mais apropriada - para escapar do local. A fuga foi descoberta por agentes penitenciários e policiais militares da guarda externa, o que impediu outros 35 apenados de retornarem à sociedade de forma ilegal. De acordo com informações de agente penitenciários de Alcaçuz, outros túneis que não foram fechados corretamente podem deflagrar novas fugas em breve.

"É fato que todas as unidades do Sistema Penitenciário do RN precisam de reformas urgentes. São mais de 10 anos sem qualquer alteração nesse sentido", informou o coordenador do Sistema Prisional do Estado, José Olímpio. De acordo com informações do chefe de segurança dos agentes penitenciários de Alcaçuz, Joelson Galúcio, há túneis preparados em todos os pavilhões da unidade - com exceção do recém inaugurado -, mas não há estrutura para fechá-los. Estima-se que o túnel utilizado ontem para a fuga possui cerca de trinta metros de comprimento, dos quais mais de 50% já estava pronto.

Este túnel havia sido descoberto pela direção da unidade no dia 20 de dezembro passado e teve a sua origem lacrada com cimento. "No entanto, eles cavaram o caminho e aproveitaram o que não foi derrubado do outro túnel antigo", esclareceu o major Marcos Lisboa, diretor de Alcaçuz.

Segundo ele, quatro celas já estavam com os cadeados arrombados e todos aguardavam a oportunidade para ganhar a liberdade, quando a ação foi abortada. Os homens que fugiram foram identificados como Júlio César Ferreira da Silva, Bruno Pierre Araújo Falcão da Silva, Lindomar Pereira do Nascimento e José Marcelo da Silva. A direção da unidade não soube informar por quais crimes os acusados estavam detidos.

Um comentário:

  1. Não dá pra entender e ao mesmo tempo é claro que dá.
    O Estado do RN arrecada muito dinheiro com ICMS, e outros impostos, existe verba da União específicamente para manutenção dos presídios, tem ainda o fundo penitênciário que "arranca" das Lotéricas uma boa porcentagem que teoricamente serviria para "servir de gratificações para policiais e agentes penitênciários que trabalham nos presídios e para o pagamento de escoltas como as que são feitas e pagas nos presídios federais.

    Mesmo assim, ainda vem com essa balela de que não tem verba para uma simples operação tapa-buraco.

    Me digam então o para onde foram as gratificações que eram pagas aos policiais que trabalham nos presídios? Em que está sendo ultilizada agora? Saibam senhores que não adianta prender se não tiver quem assegure que estarão guardados;

    Se não sabem como se administra um simples presídio privatizem o serviço de uma vez.

    Temos o exemplo em nosso estado, bem próximo das penitenciárias de um sistema que adota a tecnologia para manter presos milionários e perigosos em seus devidos lugares, por que não "copiar" o que está dando certo? A quem interessa esse cáos no sistema penitenciário, onde não se tem bloqueadores de celulares, policiais não dispõem de armamento não letal, paredes que parecem ter sido feita só com barro, muros ao invés de serpentinas elétricas, não existe uma gurda externa que disponha de uma cavalaria, não exite um sistema de iluminação adequado, não existem policiais com treinamento específico para atuar em disturbios em presídio, etc, etc, etc...ufa!!

    Já está mais do que na hora de estimular os bons agentes penitenciários, assim como os policiais militares, fazer uma reestruturação nas instalaçõew físicas ao molde dos presídios federais e colocar os devidos equipamentos que a modernidade põe ao alcance e por fim acabar com essa enrrolação de "Não temos verba", ninguém aguenta mais essa mentira "Quem não tem competência, não se estabelece".

    E para de com essa historinha de tapar tunel que isso é do tempo da João Chaves!

    ResponderExcluir