MILITARES ESTADUAIS TEM GARANTIDO IMPLANTAÇÃO DO SUBSÍDIO PARA O MÊS DE JULHO


Os policiais e bombeiros militares do Estado do Rio Grande do Norte tiveram garantido a implantação da remuneração por subsídio após a sanção da Governadora Rosalba Ciarlini na manhã desta quarta-feira (4).

A Governadora, em solenidade ocorrida no auditório da Governadoria, sancionou a Lei que dispõe sobre o subsídio dos Militares Estaduais. A Lei garante aos policiais e bombeiros militares a implantação do subsídio em julho deste ano, caso a Lei de Responsabilidade Fiscal permita.

Se tudo correr como esperado, os policiais e bombeiros militares possuidores da menor graduação (Soldado) irão receber a partir de julho o salário de R$ 2,2 mil em início de carreira, já o Coronel passará a receber R$ 11 mil, chegando a mais de R$ 14 mil, caso possua mais de 27 anos de serviço ativo. Ao menos, não há nenhum Coronel com menos de 15 anos de serviço ativo.

Para o Comandante da Polícia Militar, Coronel Araújo, o subsídio é um sonho que se torna realidade após 177 anos. No entanto, muitos policiais, em especial, os Soldados discordam já que irão ter um aumento real de apenas R$ 300.

Caso seja cumprida a implantação da nova forma de remuneração para os militares estaduais, a promessa do Governo é que uma nova negociação aconteça após o mês de julho e haja um novo reajuste no ano de 2013.

Resta aos militares esperarem, já que o Governo bate e rebate que o subsídio será condicionado à Lei de Responsabilidade Fiscal.

CABO CUNHA CANTA "A ESPERA DO SUBSÍDIO"

Um comentário:

  1. Espero que nesta "nova negociação" se lembrem que soldado também tem barriga...

    ResponderExcluir