DIRETOR DE ALCAÇUZ GARANTE QUE NÃO HOUVE NEGLIGÊNCIA

Major Lisboa
O diretor do presídio de Alcaçuz, major Marcos Lisboa, nega que a fuga de 41 detentos de Alcaçuz, na noite da quinta-feira (19), tenha ocorrido devido a negligência por parte da direção da penitenciária. O diretor afirma que o efetivo de agentes penitenciários é insuficiente e não há possibilidade de uma vigilância adequada.

"A quantidade de agentes é insuficiente e nós tínhamos somente dois para tomar conta de quatro alas, o que é humanamente impossível. Há guaritas desativadas, faltam agentes. É complicado", disse major Lisboa.

TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário