COMANDO DECLARA QUE A POLÍCIA MILITAR NÃO TEM LIGAÇÃO COM AS ASSOCIAÇÕES

Coronel Araújo, Comandante PMRN
Segundo o coronel Francisco Araújo Silva, comandante-geral da Polícia Militar no Rio Grande do Norte, não existe nenhuma queixa formal contra a realização das atividades que objetivam arrecadar dinheiro feitas pelas associações que representam classes da Polícia Militar.

No entanto, ele faz questão de deixar bem claro que essa doação não irá ajudar a instituição, como muitos colaboradores acreditam ao participar dos eventos. “A Polícia Militar do Rio Grande do Norte desconhece qualquer atividade dessa natureza. Se está sendo feito algo em nome da PM, não é permitido. Não temos nenhuma gestão sobre esse dinheiro e não sabemos para onde ele vai.”

De acordo com Araújo, caso os policiais que integram essas associações estejam utilizando o nome da corporação ou até mesmo a estrutura (farda, armamento, viatura, etc.), serão responsabilizados através de procedimento administrativo interno e investigação criminal, já que cometem crime.

“Se alguém usa o nome da Polícia Militar ilicitamente, não é a instituição. A Associação de Cabos e Soldados é uma entidade privada que não tem vínculo com a Polícia Militar. Para ser sócio, tem de pagar. A PM não tem gestão sobre essa entidade”, esclarece o coronel.

Araújo afirmou ontem à tarde que o Comando-Geral da PM/RN desconhecia a utilização da estrutura da corporação por integrantes das associações e que será aberto um procedimento para investigar o caso.

“Estamos tomando conhecimento agora. Se estão usando viatura para fazer esse tipo serviço não é permitido. Será feita uma investigação”, diz Araújo.

JORNAL DE FATO

Nenhum comentário:

Postar um comentário