TREMOR NO PRÉDIO DO CIOSP DEIXA O 190 INOPERANTE POR DUAS HORAS

O prédio do Ciosp mais uma vez tremeu, na noite dessa terça (01). Por conta do abalo, os Bombeiros retiraram os funcionários que atendiam as emergências do 190, o que causou a paralisação do serviço por cerca de duas horas. Não houve nenhuma pessoa ferida nem perda material.

Ainda não há nenhuma informação sobre a causa do tremor, mas suspeita-se que seja uma obra na Cidade da Criança que está sendo realizada ao lado do Ciosp. Além disso, um dos atendentes do 190 disse que o prédio é "velho e está cheio de rachaduras". Na quinta-feira (03), será feita uma vistoria completa. O serviço já está normalizado.

Não é a primeira vez que abalos acontecem no mesmo local. Em junho do ano passado, uma parte do auditório em que a banda da Polícia Militar ensaia desabou.

TRIBUNA DO NORTE                                                   Este prédio vai cair!

Um comentário:

  1. Há nesse prédio um problema estrutural grave que poderá fazer com que a estrutura do prédio entre em colapso. Após uma reforma realizada na cidade da criança que mexeu no muro logo abaixo da fundação do prédio do CIOSP, houve um deslocamento de terra que causou rachaduras no prédio, indo do estacionamento da Rocam até perto das salas do CPM. Vistorias foram solicitadas ao corpo de bombeiros que liberou o prédio para uso, no entanto, o Corpo de Bombeiros não tem competência técnica para liberar ou interditar tal edificação por se tratar de patologia da construção que deve ser constatado por engenheiro civil especializado em patologias e/ou averiguado pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), esse sim, competentes para vistoriar este tipo de problema apresentado e apresentar parecer para embargo ou não do local onde diariamente e 24h/dia homens trabalham atendendo aos cidadãos de toda a região metropolitana de Natal.

    ResponderExcluir