GOVERNO CONVOCA 209 SUPLENTES PARA CORPO DE BOMBEIROS

A governadora Rosalba Ciarlini anunciou a convocação dos 209 suplentes do último concurso feito para o corpo de Bombeiros Militar do RN. De acordo com a governadora, a publicação com o nome dos suplentes que serão convocados para os exames médicos sai na edição de hoje(19), do Diário Oficial do Estado. "A Lei de Responsabilidade Fiscal permite que nas áreas da saúde, educação e Segurança que sejam convocados aprovados em concurso em caso de morte ou aposentadoria dos servidores, fizemos um levantamento e constatamos que há 117 casos desses", explicou Rosalba Ciarlini.

Os aprovados passarão agora pela etapa de exame médico, que deverá acontecer em janeiro. Posteriormente acontecem os testes físicos e curso de formação, para então fazerem parte do Corpo de Bombeiros Militar.

"Convocaremos os 209, mas só ficarão aqueles que preencherem as 117 vagas que a corporação dispõe. O treinamento de bombeiro é muito puxado, mas esperamos preencher todas as vagas", afirmou o Cel BM Dantas, comandante do Copo de Bombeiros.

Os aprovados no concurso 2007 estavam acampados em frente à Governadoria aguardando a resposta da governadora.


EFETIVO

Atualmente, são 662 bombeiros para atender a todo o Rio Grande do Norte. Segundo dados do Comando do Corpo de Bombeiros, aponta que o efetivo ideal para o Estado seria de 4.800 bombeiros, o que estatisticamente define um deficit de 4.138 servidores na área. Seriam 3.500 para as funções operacionais e os 1.300 restantes para os serviços administrativos. A previsão do CBM/RN é que até 2014 o efetivo seja de 2.500 bombeiros para atender às demandas. Está em análise no Executivo Estadual um novo concurso para o início de 2012, com abertura de 200 novas vagas.

POLICIAIS MILITARES

Junto com os suplentes do concurso do Corpo de Bombeiros, estavam acampados em frente a Governadoria representantes dos 584 aprovados suplentes no concurso da Polícia Militar do RN. Eles reivindicam a realização do Curso de Formação, última fase do processo de seleção. Em 31 de dezembro foi publicada a convocação desses autorizada pelo então governador Iberê Ferreira. Mas o prazo para o início do curso de formação seria 10 de janeiro deste anos, data final de validade do concurso.

Mas os suplentes não desistiram. A permanência de parte deles diante da sede do Executivo Estadual se deve a falta de uma data para que Rosalba Ciarlini receba uma comissão deles e aponte uma data para o início do curso de formação.

O comandante da PM/RN, coronel Francisco Canindé Araújo, afirmou recentemente que pretende agregar ao efetivo da instituição mil novos policiais por ano até 2014. Por telefone, ele informou que não há previsão para realização de um novo concurso à curto prazo.

TRIBUNA DO NORTE

Um comentário: