TRABALHAR COM SEGURANÇA

Trabalhar com segurança é uma conscientização que o policial deve ter do ingresso até o seu último serviço como operador de segurança, ou seja, durante os 30 anos de serviço.

Sou a favor desta conscientização, mas sou contra que seja utilizada somente em períodos de reivindicação.

Já que as associações iniciaram este movimento, peço para que não termine, pois voltar a trabalhar sem ter segurança põe em risco à vida do policial militar, fato que já ocorre neste momento.

Vamos todos conscientizar o policial, e trabalhar com segurança a partir de agora e para todo o sempre...

Este tipo de mobilização é uma luta pela vida!

8 comentários:

  1. Que bom... as associações largaram da vaidade, reconheceram seu erro e caíram na dura realidade: O GOVERNO NÃO SE INTERESSA PELA CATEGORIA E FOMOS ENGANADOS! Somos a plebe e o Governo a nobreza, não se enganem, em 10 mil anos de história nada mudou (nem vai mudar)!
    NUNCA vamos conseguir melhorias sem a luta!

    ResponderExcluir
  2. Tenho certeza que essa foi a melhor matéria já postada aqui por vc Heronides. Parabéns!

    Faço das suas as minhas palavras. Precisamos trabalhar com dignidade e segurança sempre e não apenas para reivindicar melhorias salariais.

    ResponderExcluir
  3. Pessoal,a hora é esta de sacudir esta cidade.Por dois motivos:
    o orçamento anual(LDO)termina em Novembro e o Carnatal vem aí.

    Imagine o Carnatal sem polícia???

    Movimento Segurança Segura já!!!

    A administração do estado é que se dane...Devemos fazer Ele(Estado) ceder.
    Espero que os cabeças do movimento tenham punho de aço e que façam um movimento dentro da legalidade.

    Aproveitando o ensejo,vocês policiais da Rocam,participem também.pois infelizmente,a grande maioria trocam sua dignidade por alguns litros de gasolina e quando são ameaçados por oficiais de perderem o peitinho, baixam a cabeça com medo de sair da Rocam para trabalhar em outra unidade.

    ResponderExcluir
  4. CB Heronides, fiquei sabendo que o comandante vai deixar as negociações com o governo. procede?

    ResponderExcluir
  5. EU SUGIRO A ACS QUE COLOQUE OUTDOORS ESPALHADOS PELA CIDADE MOSTRANDO A REALIDADE DA PM, AQUELA PROPAGANDA DE SENSIBILIZAR NÃO DEU CERTO, VAMOS ESCANCARAR A SITUAÇÃO PRECARIA DA PM , MOSTRANDO EM OUTDOORS.. ACORDA ACS....!!! SD CALISTO

    ResponderExcluir
  6. Uma categoria sem represeentação politica a nivel estadual e com os presidentes de associações brigando entre si, este salario esta bom demais.

    ResponderExcluir
  7. Com certeza, segurança para o operador de segurança é primordial, mas alimentação também é, vamos ter que tornar público a falta de alimentação que está acontecendo nas Unidades Militares do nosso Estado?
    É fato!

    Empurra na mídia, essa situção ridícula, que nós PMs estamos passando, o salário de fome e agora a própria fome em "pessoa" tá vindo nos visitar.Os Batalhões não estão recebendo a devida alimentação; e quem tá sofrendo são os Praças que trabalham 24 horas. Têm praça que mora na PB que tá pagando R$ 36,00 todo serviço, o companheiro é casado e somando esse valor todo serviço, dar um desfalque grande no seu orçamento. Será que ninguém pode ser acionado pra fazer esse governo começar a repassar as verbas para os fornecedores? O QUE DIABOS ESTÁ ACONTECENDO, QUE ISSO NUNCA ACONTECEU, DESSE JEITO!!!
    PORQUE NÃO FAZ COMO A PB, QUE EXTINGUIU O RANCHO E ADICIONOU UM VALOR NO CONTRA-CHEQUE PÁRA QUE O PRÓPRIO PM POSSA SE ALIMENTAR? ESTARIA RESOLVIDO PARTE DO PROBLEMA DA POLICIA MILITAR.

    ResponderExcluir
  8. Heronildes essa luta é independente de reinvindicação salarial temos que estar unidos em prol de nossa segurança , pois só assim poderemos dar segurança ao cidadão.

    ResponderExcluir