RADICALISMO

Ser radical na luta por melhorias de qualquer categoria do serviço público é parar totalmente os serviços prestados a sociedade.

Mais para isso acontecer, todos que fazem parte de tal categoria devem aderir a paralização.

Em nosso estado muitas categorias civis avançaram nas conquistas devido realizarem paralizações.

Pessoalmente sou contra tal radicalismo na polícia militar do nosso estado, pois participei de mobilizações passadas onde poucos mais de 1500 homens tinham a coragem de realizar. Ou seja, cerca de 15% da categoria.

Em 2007 foi realizado o ultima paralização deste tipo, e cerca de 1600 policiais responderam por deserção.

E não houve um único policial que não participou desta mobilização que lutou pela libertação destes 1600 policiais detidos.

Algo diferente que ocorreu este ano com os bombeiros do Rio de Janeiro. Onde vários bombeiros lutaram pela libertação dos companheiros que foram presos por lutarem por melhorias salariais.

Resumindo, sou contra a paralização, pois são poucos os policiais que irão realizar, e tenho medo do que pode vim a acontecer com estes companheiros.

Eu sou responsável pelo que digo e exponho, podendo até responder por isso, mas não quero ser responsável pelo que pode vim a ocorrer de negativo para um companheiro de profissão.

Um comentário:

  1. Caro companheiro CB Heronides concordo com você em parte, pois são sempre uma minoria que vão para as assembleías e na hora da mobilização são menos ainda, mas devemos ficar tentando aumentar esse número, infelizmente não podemos descartar esse procedimento legal dos trabalhadores chamado de paralização ou greve, pois nas grandes revoluções, e na historia nenhuma categoria do mundo conquistou alguma que não fosse atraves das lutas e sacrificios, o grande problema da policia militar é que a categoria fica dormido, reclamando, colocando a culpa em diretor de Associação A ou B, e não sai de casa para lutar em busca de melhores condições salarias, portanto amigos vamos nos fazer presente na assembleia geral no dia 19/10/2011 no centro administrativo às 16:00, policias militares acordem e vamos à lutar, pois só atraves das mobilizações que poderemos mudar essa realidade que estamos vivendo!

    ResponderExcluir