PARNAMIRIM INSEGURA NAS PRIMEIRAS HORAS DO DIA

3º Batalhão não disponibiliza nenhuma viatura para atender as ocorrências da cidade de Parnamirim.

As viaturas policiais estavam sem condições de serviço, e conforme a Associação de Cabos e Soldados informou, o comandante do batalhão ordenou que todas as viaturas fossem recolhidas a unidade.

Já no inicio da tarde, duas viaturas teriam voltado ao serviço e o restante estaria realizando manutenção.

Percebe-se que nos próximos dias a maioria das viaturas do 3º BPM estarão aptas ao serviço ostensivo.

17 comentários:

  1. ESSE COMANDANTE É HOMEM, DIFERENTE DE OUTROS POR AI, QUE QUANDO UM POLICIAL BAIXA A VIATURA PORQUE NÃO TEM CONDIÇÕES DE SER USADA NO SERVIÇO, DEIXA O POLICIAL DE PPO; COMO FORMA DE CASTIGO.
    PARABÉNS !

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todos que estão usando a legalidade, trabalhar só com segurança para fazer segurnça da população.

    ResponderExcluir
  3. Parabens ao CMTE do 3 Batalhao, teve coragem e hombridade para com a sua tropa, seu efetivo agradece sua sensibilidade e deseja sucesso na sua empreitada!

    ResponderExcluir
  4. Vamos começar apartir sde agora, pra ontém esse mobvimento de trabalhar dentro da legalizade e o mais importante, COM SEGUNRANÇA.

    ResponderExcluir
  5. Só discordo uma coisa do "Justo": Ficar de PPO não é castigo irmão, simplemente porque uma Vtr baixou não quer dizer que o policial deva ser liberado do serviço. Acho que você está equivocado.
    Apenas o serviço não vai ter a mesma agilidade e eficiência do motorizado, mas que o policial pode ser empregado em locais apropriados onde o comandante do policiamento, dentro da legalidade e normas técnicas de policiamento achar conveniente, isso pode. Afinal, o PM está no seu horário de serviço. A única diferença, como já disse, é que o policial vai agir dentro das condições que lhes forem dadas.
    Sendo assim, c Cmt de qualquer órgão policial que assim proceder, merece mais ainda o respeito dos seus comandados, porque demonstra responsabilidade e compromisso com a legalidade, não pondo em risco a vida de quem quer que seja.

    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  6. ok companheiro, mas se você está escalado de VTR, não quer trabalhar a pé, muito menos pq se a mesma baixou vc já trabalhou algumas horas, aí seria justo terminar o turno a pé?
    Se tivesse outra para substituir, não faria questão de terminar o serviço mas desse jeito não dá!!!
    E o PPO todo PM sabe que é apenas para o povão ver, achar que tem polícia na rua, ou seja, ser enganado, porque polícia de PPO não pega nem ladrão de galinhas!!!

    ResponderExcluir
  7. KKKKKKKK ... Esse Ze Silva é um mané mesmo! So voce pra fazer graça numa situaçao seria como essa! PPO Cosme e Damiao dependendo de onde for, é suicidio. Tira essa teoria e vem pra pratica da RP, que voce entendera o que estou falando! Felicidades na sua sala sentado e cuidado com a coluna...

    ResponderExcluir
  8. JUSTO P/ Zé Silva : EU TENHO CERTEZA QUE AQUI NESSA SEDE O PPO É UMA FORMA DE CASTIGO PARA A RADIO PATRULHA, POR QUE QUANDO A VIATURA DO GRUPO TÁTICO QUEBRA ELES NÃO FICA DE PPO ? AINDA SÃO LIBERADOS DO SERVIÇO, "SÃO DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS".

    ESSA ATITUDE É SIM UMA FORMA COVARDE DE CASTIGAR O POLICIAL, NÃO TEMOS CULPA DAS VIATURAS ESTAR SUCATEADAS.

    QUER COLOCAR PAPINHA NA BOQUINHA DO NEGUINHO, FALA SÉRIO !

    ResponderExcluir
  9. Zé Silva, voce perdeu ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk !

    ResponderExcluir
  10. Temos que perceber que nós, praças, das RP´s já somos muitos castigados na realizarão das nossas funções. Tem praças em diversos outros setores que sequer trabalham 30 horas por semana como todos do batalhão conhecemos. Então não vejo nada além do benefício de poupar os praças para que no próximo serviço estejam prontos mais uma vez para realizar o ofício de defender a população da criminalidade. Ou já não basta a lista de policiais que estão pela Junta Médica?!?!?! Claro que aqui não vou deixar de frisar que a culpa das viaturas estarem baixadas é, inteiramente, do Estado e ninguém mais deve ser penalizado.

    ResponderExcluir
  11. PARNAMIRIM NO DIA DE HJ 25/10 CONTINUA SEM VIATURAS, INCLUSIVE A DO GTO ESTÁ PARADA!!!
    SEM PREVISÃO

    ResponderExcluir
  12. MUITO HOMEM ESTE COMANDANTE, HJ, 25-10 VTRS CONTINUAM BAIXADAS E EFETIVO VAI SER EMPREGADO DE PPO À TARDE!!!

    ResponderExcluir
  13. Zé Silva está correto sim!
    a mentalidade do capim verde do vizinho é típica de quem não tem competência para assumir a responsabilidade exigída para corresponder aos benefícios. A força tática não é Radio Patrulha, Radio Patrulha n~]ao é comunitária, comunitária não é choque!! preste atenção a natureza de cada grupo destes antes de falar!
    Reclame sim, se uma viatura de RP tiver tratamento diferenciado das outras da RP, ai sim! mas força tática tem que ser recompensados de acordo com o que lhe é exigido.

    ResponderExcluir
  14. Ao caro anônimo do dia 24 de outubro de 2011 às 23:37

    Mané ou quem talvez esteja fazenda graça talvez seja você, que está se achando muito operacional e o dono da verdade, mas eu acho que está mais para “macetoso”.
    Policiais preparados e competentes não precisam ficar esnobando o que sabem, o próprio comportamento deles demonstra a capacidade.

    O policiamento ostensivo principalmente, é feito através de técnicas e táticas policiais. Sendo assim, como falei existem lugares apropriados sim, onde o policiamento a pé pode e deve ser empregado.

    Eu mesmo sou totalmente contra policiamento a pé sem critérios, e não só isso, porque até pior do quer um PPO, são certos postos policiais onde ficam um ou dois policiais em locais muitas vezes isolados, arriscando a própria vida.

    Continuo afirmando: a liberação do serviço pode até ocorrer por uma conveniência, mas não por obrigação. Pois o efetivo pode servir também para um reforço na guarda do próprio prédio de uma unidade, no reforço de outras vtr’s, quando o efetivo muitas vezes é insuficiente, e muitos outros serviços. Isso sim é companheirismo e o que deve ser feito, e não querer se aproveitar de uma situação para deixar outros companheiros “se matando” por aqueles que foram beneficiados por alguma coisa. E se alguém usa dois pesos e duas medidas, tentem mostrar a quem de direito, no caso os comandantes ou oficiais de serviço, mas com argumentos convincentes, e busquem os seus direitos.

    E não me venha falar de operacionalidade não, porque você está falando com a pessoa errada, pois se for preciso fazer serviço administrativo, eu sei fazer muito bem. Mas também sei fazer muito bem também, serviço operacional. A maior parte do tempo que tenho na PM é exatamente em serviços operacionais, por isso, não precisa nem se preocupar com a minha coluna, pois estou muito bem, graças a Deus, e já conheço muito bem o comportamento de alguns policiais que se acham o “dono mundo”, muitas vezes com arrogância e prepotência, pensando que são operacionais.

    Finalizando, não me venha ensinar o que é serviço de RP ou motorizado que é o que mais fiz até agora na polícia, dentre outros serviços.

    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  15. Tem muitos policiais de RP, não são todos é claro, porque a maioria é competente, que às vezes até dormindo em uma Vtr parada em pontos estratégicos ficam. Cadê a operacionalidade?

    Porque ao invés de serem liberados não se disponibilizam para ajudar os companheiros reforçando outras viaturas ou revezando as guarnições durante o serviço, com pausas de descanso nos BTls, já que neste caso existe efetivo?

    ResponderExcluir
  16. Sou contra a liberação de PMs por causa de viatura sem condições.
    Faz remanejamento do efetivo, divindo-o com outras guarnições, reforçando postos policiais, a guarda dos BPMs, etc. Portanto, devem permanecer de sobreaviso, stand-by, ou o que for, e não abandoinar os demais PMs de serviço

    Afinal, estão todos de serviço igual aos outros que permanecem no serviço.

    Tem alguém querendo é "papinha"!

    ResponderExcluir
  17. PARABÉNS COMANDANTE DO 3º BPM, SE TODOS FOSSEM IGUAIS AO SENHOR A NOSSA PM SERIA MODELO NO PAÍS.PARABÉNS MESMO E CONTINUEM ASSIM.

    ResponderExcluir