CPRE RECEBE 15 TASER’S E OFERECE INSTRUÇÃO AOS POLICIAIS

O comando de policiamento Rodoviário Estadual recebeu 15 novas tasers para serem utilizadas em caso de necessidade do serviço rodoviário estadual.

O 2º Sargento Normando é o responsável pela instrução dos policiais rodoviários.

As tasers foram distribuídas entre os 05 distritos do nosso estado.

11 comentários:

  1. pena que até agora eu só vi os oficias com essas armas por que será?

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ao comandante do CPRE, por ter se preocupado em qualificar seus policiais ,e ao instrutor por ter repassado o seu conhecimento técnico e prático da arma taser M26.
    Que se estenda para todos os policiais do CPRE. Que não fique só na capital.

    ResponderExcluir
  3. Que bom, saber que os policiais do CPRE já receberão as pistolas taser.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei satisfeita em ver que o Estado tem se preocupado em treinar seus Policiais, em especial os Policiais Rodoviários, de fato os mesmo precisam se qualificar, parabenizo os idealizadores desta iniciativa. Nós da sociedade só temos a ganhar.

    ResponderExcluir
  5. Muito importante os conhecimentos repassados pelo Sargento Normando sobre o uso desta arma a Taser M26. Está de parabéns o instrutor pelo completo domínio do equipamento, conhecimento técnico, desenvoltura na apresentação da aula e sobretudo pela humildade.Valeu meu irmão!

    1° Sargento Oliveira

    2° GPRE

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não estava com vontade de assistir esta instrução, mas quando começou, pra mim foi como um filme, parabêns sgt normando pela excelente instrução, mim sinto capacitado em operar a taser, muito obrigado só tenha a gradecer...

    3° sgt 1° DPRE.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns ao Sargento Normando por cumprir muito bem o papel de multiplicador de seus conhecimentos.

    Sgt Judiberto

    ResponderExcluir
  8. O que o CPRE está precisando mesmo é etilômetro e guincho, duas coisas fundamentais e necessárias para um mínimo funcionamento de uma polícia rodoviária, além das demais atribuições policiais.

    ResponderExcluir
  9. O CPRE para fazer jus ao nome está precisando de interiorização, com postos bem estruturados nas rodovias do estado, incluindo-se aí, guinchos, etilômetros e/ou bafômetro (como queiram), pois sem estes equipamentos, fica impossível fazer um serviço eficiente quando se necessita deles.

    ResponderExcluir
  10. e pegue lavação!!!!

    o soldado foi considerado apto ao trabalho, dispensado de usar sapato por quinze dias a contar de 12 de 09 de 2011 no BG 187

    , SD, do 11º BPM: Apto ao trabalho,
    dispensado de usar sapato fechado no pé direito por 15 (quinze) dias, a contar de
    12.09.11.

    acho que pode ter havido erro de digitação. ou ja pode ? isso é a evolução da especie???????

    escala ele no Bepe,ou pelo menos arma ele com uma pistola dessas.

    ResponderExcluir
  11. O bafômetro deixou de ser um equipamento indispensável, a partir do momento que muitos advogados através da mídia, informaram a sociedade brasileira que o condutor de veículo que se encontrasse dirigindo com sinais de embriaguez alcoólica não era obrigado a se submeter ao teste com o aparelho.Portanto no contexto atual, esse equipamento é é quase uma peça de museu, pois hoje em dia poucas pessoas aceitam fazer o teste.

    ResponderExcluir