BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RN

10 comentários:

  1. QUE TRISTE QUE AINDA TEM GENTE QUE CRITICA A NOSSA LUTA POR UM SALARIO DIGNO!
    SAIU A MESMA MATERIA NA TRIBUNA E UM DOS PRIMERIOS COMENTARIOS FOI DE UMA PESSOA QUE NÃO ENTENDE O QUE É SE UM POLICIAL MILITAR...
    * É AQUELE QUE QUANDO AS PESSOAS ESTAO DORMINDO,ELES ESTAO ACORDADOS!
    *É AQUELE QUE AONDE HA UM TIRO SAO OS UNICOS QUE POR JURA DE PROTEGER TEM QUE ENFRENTAR
    * É AQUELE QUE CORRE MAIS PERIGO DE UM MARGINAL REVIDAR NA HORA DA ABORDAGEM
    * É AQUELE QUE ANTES DE ESTA NO TRABALHO ESTEJA FAZENDO SOL OU CHUVA SAI DE CASA DEIXA FAMILIA,VAI PRO BATENTE SEM SABER SE AQUELE VAI SER O SEU UTIMO DIA DE SERVIÇO... E EU QUE SOU FILHA E ESPOSA DE POLICIAL É QUE SOFRO VENDO UM COMENTARIO TAO SORDIDO DE QUEM NAO SABE O QUE ARRISCAR A VIDA POR TAO POUCO!!!

    ResponderExcluir
  2. É muito triste o que o governo estar tratando a policia militar, vi e estar escrito o que a governadora Rosalba falou no quartel da pm, dizendo até que nao iria ser alterado nada o que estaaria na tabela do subsidio, mais agora nós estamos vendo o governo recuando do que falou, a policia militar estar com muita cautela na negociaçao mais o governo estar abusando com este respeito, diferente das outras intidades que estao parando, a policia só é vista quando é para tapar rumbos isto é substituir nas delegacias e outras infinidades de trabalhos que ate sai da funçao policial, vejo que o governo nao quer uma negociaçao pacifica, quer ir mais alem, porque nao tem mais o que fazer só falta é colocar um dodor, ou será que a governadora estava brincando com a pm, contando historinhas e aproveitando as oportunidades para se promover, espero que nao chege o ponto de se esgotar todas as negociaçoes e a policia venha parar por falta de atençao e respeito aqueles que sai de sua casa e nao sabe se volta, estamos sendo enganados estamos sendo desrrespeitados, pelo governo Rosalba que prometeu tanto e nao chegou, vejo também as associaçoes se esforçando fazendo o que nao pode usando os seus bons sensos no sentido da pm nao parar, estou vendo que esta causa é muito parecida com o governo vilma maia, que massacrou e espulsou pms, graças que o nasso cmt é um homem equilibrado e estar apaziguando nos momentos de deficuldades, governadora deixo um alerta nao faça como a sua antecessora que mergulho no mar do poder e nao voltou mais, termino este comentario lhe desejanado bom senso e que Deus abençoe que seja um final filiz.

    ResponderExcluir
  3. Se fizermos uma análise comparativa entre os reajustes salariais implantados nos oito anos do governo de Vilma de Farias, para os praças da PM/RN, veremos que o percentual oferecido pelo governo atual é idêntico, o seja, 50% a cada 4 anos. Parece que tá havendo uma combinação de resultados. Essa atitude não é de um governo que falou com veemência de que iria acabar com a disparidade entre os servidores da segurança pública. Para acontecer essa tal “igualdade salarial,” o reajuste deveria ser feito de uma só vez, coisa que o atual governo não vai fazer NUNCA!!! Portanto companheiros, vamos a luta, subsídio já!!! Devemos entender uma coisa: “os governos só funcionam como pistom, sob pressão.

    ResponderExcluir
  4. Sou mais um que preciso tira BICO,mais até hoje não sei o motivo de uns quererem brigar por 17000,00 para um Cel e por apenas 20% para um SD, se hoje ganhamos mais de 25%.
    Se um Cel tivesse um aumento de aproximadamente 5000,00 que iria para +- 14000,00, nossos salário também teria um aumento considerado de 3500,00 no minimo e não pesaria tanto no orçamento do governo, não posso fazer os calculos pois não tenho a guantidade de nosso efetivo, mais gostaria que alguns que estão lutando por mim e outros verificassen esta minha opinião.
    ass:+1

    ResponderExcluir
  5. Cb Heronides!

    Bom eu acho que Jeoás deveria fazer estratégias, por exemplo: ir aos batalhões e executar medidas como nossos companheiros de ESTADOS vizinhos fizeram ,atacaram o ESTADO com as necessidades básicas como habilitação irregular, coletes fora do prazo de validade, pneus carecas e etc., e não com enrolaçâo de reuniões que o ESTADO sabe que nós não podemos fazer greve e também podem usar os oficiais contra nós então a categoria tem que ser inteligente e não bater de frente. Estatuto e código de ética já.

    ResponderExcluir
  6. è companheiro também acho um absurdo o que estão fazendo com os soldados pois vão nos regredir em vez de avançarmos já de cabo pra cima só vitória, nada contra se tivessemos um plano de carreira mais qdo este plano vai chegar é complicado os soldados vão ficar enfincados...

    ResponderExcluir
  7. Vamos registrar todas as ocorrências, vamos divulgar para outros estados a Natal que o governo não mostra, com insegurança, a cidade tá um caos. Vamos lascar o setor turístico. Divulgação e propaganda negativa, o estado perderá muito, se não querem pagar de um jeito, pagarão de outro.

    ResponderExcluir
  8. SD GLEIDTON,2º CIA SG13 de outubro de 2011 12:29

    JÁ DEU PRA PERCEBER QUE ESTRATÉGIAS COMO AS QUE ESTÃO SENDO REALIZADAS PELA ASSOCIAÇÃO DE PRAÇAS NÃO TEM SURTIDO EFEITO DE COMOÇÃO PELO GOVERNO. A FALTA DO DIREITO DE GREVE NOS DEIXA DE MÃOS "ATADAS". DEVEMOS USAR MANEIRAS MAIS EFICAZES PARA QUE POSSAMOS MOBILIZAR O GOVERNO,PARA QUE REFORMAS MAIS EFICIENTES SEJAM IMPLANTADAS. PROPONHO AQUI QUE SE REINVIDICASSEMOS A OBRIGATORIEDADE DO CURSO PARA PILOTAGEM DE VEÍCULOS DE URGÊNCIAS COMO É PREVISTO EM LEI; E REINVIDICASSEMOS UMA REPOSIÇÃO DO MATERIAL DE TRABALHO-COMO COLETES BALISTICOS E MUNIÇÕES-TERIAMOS TALVEZ A COMOÇÃO DO ESTADO; QUE ATÉ O PRESENTE MOMENTO ENCONTRA-SE RELAPSO COM A NOSSA CAUSA.

    ResponderExcluir
  9. Sd Karielle, caros colegas policias militares,vcs querem aumentos salarias, mas não querem fazer nenhum esforço, temos que parar de ter medo de lutar, não existe conquistas, sem um pouco de sacrificio, vejam as grandes revoluções, lutas dos servidores estaduais, nós somos, um gigante adormecido, a hora de precionar o governo é agora, pois temos um contexto ao nosso favor, agente peniteciários em greve, futuramente a policia civil, e o governo vai precisar e muito da PM, portanto temos que fazer a pressão, esse negócio de policia legal, reunioes e mais reuniões, temos que lutar, pois o que estar em jogo é nossa situação financeira, um policial civil em final de carreira ganhando mais do que 11.000,00 ou seja mas do que um coronel, procurem pensar nisso, mas a grande diferença e que quando o simpol chama a categoria para luta, essa compareçe e adere em peso, enquanto nos PMs apenas 5% vão e menos de 2% tem coragem de parar e lutar pelos seus direitos, vamos deixar de temer esse Estatuto e punições e vamos todos juntos em busca de melhores condições de vida, senão vamos ver um agente peniteciário ganhando 3700,00 e o PMs devido ao seus medos de lutar, vamos continuar ganhando uma miséria, acordem policiais militares e vamos todos lutar juntos!!!!

    ResponderExcluir
  10. POLITICOS X POLICIA MILITAR X CEARÁ, quando será que chegará aqui no RN ?

    CARGA HORÁRIA.

    PROJETO DE INDICAÇÃO 246/11

    DISPÕE SOBRE A CARGA HORÁRIA SEMANAL PARA OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA NO ESTADO DO CEARÁ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

    A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ INDICA:
    Art. 1º. A duração normal da jornada de trabalho dos profissionais de segurança pública não excederá 40 (quarenta) horas semanais.
    Art. 2º. Aos profissionais de segurança pública no Estado do Ceará em atividade na data de publicação desta Lei, será garantida a adequação da jornada de trabalho, vedada redução do salário.
    Art. 3º. Toda hora trabalhada que exceda 40 horas semanais deverá ser paga em forma de hora extra no valor de 50% a mais da hora normal.
    Art. 4º. As horas extras serão obrigatoriamente voluntárias, excetuando-se, no caso dos Militares Estaduais, nas seguintes situações:
    I- Estado de guerra;
    II- Estado de defesa;
    III- Estado de sítio;
    IV- Calamidade pública e
    V- Mobilização.

    Parágrafo único. Quando o profissional estiver em ocorrência contínua, como flagrantes, perseguições, rebeliões ou qualquer outra que necessite do acompanhamento direto e sem interrupção, o mesmo deverá dar continuidade tendo direito a percepção da hora extra, de conformidade com o artigo 3º desta Lei.
    Art. 5º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
    PLENÁRIO DA ASSEMBLEIA ALEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ, EM 07 DE OUTUBRO DE 2011.

    CAPITÃO WAGNER SOUSA
    Deputado Estadual/PR
    Leia mais no site do autor deste artigo: http://www.amigosdoronda.com/2011/1.

    UNIFICAÇÃO DE VENCIMENTOS
    PROJETO DE INDICAÇÃO N.º 244/11.

    Inteligência dos arts. 196, II, f), 207, I, 215, caput, todos da Resolução n° 389, de 11 de dezembro de 1996,
    ulteriormente modificada pelas Resoluções 545, de 20.12.2006 e 550, de 19.04.2007.


    Dispõe sobre a paridade vencimental entre as Polícias Civil, Militar e
    do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.


    A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ
    INDICA:
    Art. 1º - Fica criada a paridade vencimental entre as Polícias Militar, Civil, do Corpo de Bombeiros e todas as suas divisões e
    sub – divisões, no âmbito do Estado do Ceará.

    Art. 2º - O Poder Executivo regulamentará a presente Lei no prazo de 60 ( sessenta) dias, contados da sua publicação.

    Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

    PLENÁRIO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ, 10 de Outubro de 2011.
    Carlomano Marques
    Deputado Estadual
    PMDB





    JUSTIFICATIVA EM ANEXO



    PLENÁRIO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ, 10 de Outubro de 2011.
    Carlomano Marques
    Deputado Estadual
    PMDB

    Leia mais no site do autor deste artigo: http://www.amigosdoronda.com/2011/1

    ResponderExcluir