QUEM MANDA NA POLÍCIA É A POLÍTICA

O Portal BO, através do repórter Thyago Macedo, publicou uma matéria mostrando a realidade da segurança pública do RN. Tendo em foco “A política dentro da polícia”. Veja alguns trechos:
É claro que a política manda na polícia. Afinal, quem escolhe o secretário de segurança, o delegado geral, o comandante geral da Polícia Militar, o diretor do Itep, o diretor de um presídio ou até mesmo o delegado de determinado bairro? 
A resposta: o Governo do Estado, atendendo, claro, “afinidades” políticas. O delegado geral, por exemplo, passa por uma votação entre os colegas, mas o governo é quem escolhe entre um grupo de nove mais votados. Então, pra que eleição? Na Polícia Militar, no Itep ou no Sistema Prisional nem eleição existe. É tudo no Q.I. 
Conheço delegados que estão em alguns municípios do interior porque são amigos de deputados ou políticos influentes que conseguiram suas transferências. A mesma coisa acontece com coronéis e demais oficiais da Polícia Militar. 
“... A sociedade exige que seja mudada a constituição e as leis. Essas promoções têm que ser feitas por prestação de serviço”. Delegado Matias Laurentino. 
O sentimento de Laurentino é o mesmo de boa parte dos delegados e policiais honestos que trabalham diariamente em condições precárias, mas que mesmo assim ainda sonham com uma segurança pública de vergonha. Enquanto esse dia não chega, vamos esperar que os honestos não se deixem levar por questões políticas e ajudem a sociedade, prendendo e denunciando os casos de interferência dos poderosos.

14 comentários:

  1. de que adianta denunciar? pra depois ser perseguido? fora que temos inumeros colegas (soldados, cabos, etc...) que são apadrinhados!

    ResponderExcluir
  2. Sempre foi assim. Só agora que descobriram???

    ResponderExcluir
  3. Acho muito difícil que os políticos larguem o "osso" da segurança pública! Aqui em Currais Novos, as mudanças transcorreram nos mesmos moldes da matéria acima. O antigo comandante saiu por não possuir afinidade politica com o atual gestor...

    Na minha opinião o judiciário deveria fazer o papel que esses políticos fazem.

    ResponderExcluir
  4. Todos nos militar sabemos que EXISTE A 04 ESTRELA (OS POLITICOS)

    ResponderExcluir
  5. Em que País não é assim? Vamos ter que mudar de planeta pra encontrar algo diferente!

    ResponderExcluir
  6. Corre um boato de que esta tendo um curso de armeiro e que vai promover quem esta fazendo.Espero que isso não proceda pois não houve nenhuma divugação. E tenho certeza que o nosso comandante é um homen sério e correto que não pactua com coisa errada. Por favor cb veja se isso procede.

    ResponderExcluir
  7. Realmente, para ratificar o post, o policiamento de Galinhos acaba de sofrer mais uma intervenção política no trabalho da polícia, o comandante do destacamento (ex-comandante) será substituído por usar da lei contra um infrator (infração de trânsito, desordem, desobediência e pertubação do sossego), os políticos de galinhos mandam e desmandam no policiamento?!!!

    ResponderExcluir
  8. Enquanto tiver coroneis do tipo que se molha na chuva mas não deixa politicos se molhar, coroneis
    que compra perfume caro para agradar políticos em troca de cargos comicionados coroneis que fica debaixo de saia de governadora, major que nunca tirou um serviço na rua toda vida ficou escondido dentro de gabinete de deputado, a política vai sempre mandar policia.

    ResponderExcluir
  9. Tem que haver interfenrecia da politica, pois é assim que funciona. Os coronneis são manobrados até por piniqueira de vereadores.Isso só vai mudar quando a Polícia realmente tiver automia, quando comandantes for eleito pela tropa, quando as promções forem feitas por merecimento e antiguidade e não por protecinismo. Eu estou sonhando com uma policia desse jeito

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente ocorre isso, os políticos sempre metem o dedo no serviço da polícia, quando deveria ser: cada um em seu quadrado. Isso é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  11. MP investiga possível irregularidade na custódia de civis em quarteis da PM
    Publicação: 16 de Setembro de 2011 às 10:31
    Rafael Barbosa - Repórter

    O Ministério Público vai investigar uma possível irregularidade na custódia de presos civis em quarteis da Polícia Militar. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (16), e assinada pelo promotor de Justiça Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra.

    Wendell Beetoven concedeu um prazo de dez dias à PM para que preste esclarecimentos a serem utilizados na investigação. A instituição deve informar se algum dos presos tem privilégios, além de fornecer a relação dos custodiados em suas unidades ou subunidades.

    Além disso, o promotor solicitou que a PM informe se dispõe de instalações adequadas para a custódia dos civis, e esclareça se a presença dos presos prejudica de alguma forma a rotina dos policiais, em suas atividades constitucionais.

    A procuradoria traz ainda a recomendação para que o Núcleo de Controle Extremo da Atividade Policial seja informado com relação a uma eventual nova ordem judicial determinando a prisão de civis em unidades da Polícia Militar, para que seja tentada a remoção junto ao Juízo, ou, se necessário, para que sejam buscadas providências administrativas junto à Corregedoria de Justiça e ao Conselho Nacional de Justiça.

    ResponderExcluir
  12. Este quadro só mudará quando todos os policiais vestirem a mesma camisa, usando sempre a lei, sem ter que dar satisfação a nenhum político e que os nossos Comandantes respeitem mais seus subordinados, não desmanchando o serviço, para com isso beneficiar político algum.

    Sgt ÉZIO, Ex-Comandante de Galinhos/RN

    ResponderExcluir
  13. Essa policia é muito lavada, tem até Major da PM que dirige para deputado estadual! acaba...

    ResponderExcluir
  14. o ruim da política mandar na PM, é quando eles não vacinam seus oficias de estimação, nós praças sempre trabalhamos e damos conta do recado, mas o tal oficial de estimação não vacinado faz medo a qualquer um, lá fora, leva grito de presidente de conselho comunitário e dentro do quartel quer ser autoridade. E só sabe ter moral para praças.

    D E S M I L I T A R I Z A Ç Ã O JÁ

    ResponderExcluir