APRAM DISCORDA DA CONDUÇÃO DO PROCESSO DE CRIAÇÃO DO 12°BPM: EFETIVO LOCAL PEDE MAJOR COSTA NO COMANDO DA NOVA UNIDADE

Major Costa
A criação do 12º Batalhão na cidade de Mossoró tem preocupado a Associação de Praças de Mossoró e Região –APRAM. Para a entidade, a forma como tal criação está sendo conduzida poderá trazer muitos problemas para o policiamento uma vez que, até o momento, não foi informado de forma clara de onde virão os policiais para comporem a nova unidade. Dentro do 2º Batalhão o clima é bastante tenso entre oficiais e praças devido aos fortes rumores de que haverá divisão do efetivo entre as unidades, ou seja, as informações que chegam é que haverá transferências em massa de policiais do 2º Batalhão para o recém criado 12º Batalhão. Desta forma, policiais que já estão devidamente ambientados em seus locais de trabalho poderão ser transferidos compulsoriamente para a nova unidade, acarretando prejuízos ao policiamento empregado nos diversos setores da unidade já existente. Tais notícias estão gerando grande insatisfação na categoria a qual já começou a se articular para resolver a situação junto ao Governo do Estado. A APRAM não é contra a criação de mais um batalhão em Mossoró, no entanto, se faz necessário estruturar o batalhão atualmente existente para depois se criar outra unidade que seja igualmente equipada. Além disso, a entidade está buscando garantir as condições míninas de trabalho para os policiais do 12º Batalhão de modo a que o seu efetivo não seja colocado para trabalhar sem a devida estrutura. A Associação também irá fiscalizar o cumprimento das decisões judiciais sobre a obrigatoriedade do pagamento de D.Os para serviços extras bem como a jornada máxima de 40 horas semanais. Por fim, a APRAM defende a nomeação imediata do Major Costa (atual subcomandante do 2ºBPM) para assumir o comando da nova unidade uma vez que tal oficial é competente e dedicado ao serviço policial militar, possuindo nível profissional elevado, além de desfrutar da aprovação da tropa do 2º Batalhão. Desta forma, a nomeação do Major Costa seria uma maneira de tranqüilizar a tropa neste período de grandes mudanças bem como, o fato dele ser o sub comandante do Tenente Coronel Túlio (cmt do 2º BPM), irá favorecer que os dois batalhões trabalhem bem mais integrados uma vez que ambos os oficias já trabalham juntos, conhecem a tropa de Mossoró e possuem afinidades profissionais.
A tropa está colhendo assinaturas que serão levadas ao Governo do Estado pedindo a nomeação imediata do Major Costa para o comando do 12°Batalhão.
APRAM 

12 comentários:

  1. É sempre assim na PM.Comandante ruim é aquele que cobra desempenho, baixas nos índices de criminalidade é rigoroso no cumprimento dos horários. Bom é aquele Comandante que não cobra nada aos subordinados, não liga para os índices de criminalidade de sua cidade ou área e nem se interessa se o Policial falta ou chega atrasado ao serviço. Por isso, Alvibá, é um "mal comandante", já que tem a mania feia de colocar PM para trabalhar. Ele já passou por Pau dos Ferros e até hoje, alguns Policiais "bem trabalhadores", tremem só de ouvir o nome dele. O que está agora, é ótimo, a tropa adora. é um bom comandante...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo.. ridículo!

    Antes de olhar para números de criminalidade, comece a olhar para os números da própria instituição.

    Quer estatísticas? procure saber quantas vezes cada policial desses foi obrigado a trabalhar DE GRAÇA para o Estado. Pergunte quantas vezes eles foram humilhados por "gente" como você. Pergunte quantos vezes teve que trabalhar sem os devidos equipamentos.

    Bom comandante é aquele que entende as necessidades da sua tropa. Que procura escutá-la, pois nós somos todos HOMENS, e, não são as suas "estrelas" que tiram o brilho de cada um desses guerreiros de quem a quem você se refere tão mal!

    ResponderExcluir
  3. QUEM BAIXA INDICE DE CRIMINALIDADE SÃO OS PRACINHAS que estão na rua faça chuva ou faça sol. O comandante planeja, orienta e articula a ação tem sua importancia mas de fato quem é a ponta da lança são os praças..... CMTE BOM É AQUELE QUE COBRA HORARIO MAIS tambem É JUSTO, SABE ENTENDER OS PROBLEMAS DOS SUBORDINADOS. A COBRANÇA É SALUTAR. E quanto a tremer diante de nomes pra quê isso... somos todos homens nenhum homem deve serviencia a outro... Somos unicamente escravos da razão!!!!! Concerteza o Major Costa é um cidadao de muitas qualidades pq consegue mesmo dentro do ambiente militar juntar as diferenças e obter admiração da tropa. A historia da PM mostra isso a maioria dos comandantes caxias que passaram por ela de fato não havia nenhuma caxiagem eram todos movidos por interesses proprios isso sim "são homens trabalhadores"($$$$$$$$) Respondi??

    ResponderExcluir
  4. Só quero que a tropa de Mossoró saíba; que o Maj Costa foi um dos melhores cmt que já passou pela CIA de Currais Novos. Isso enquanto o mesmo não se socializou com os políticos locais. Quando isso ocorreu, as coisas mudaram. Analísem bem os fatos e, vejam se tamanho esforço, será justificado.

    ResponderExcluir
  5. pois é não adianta trabalhar pra dar nome aos outros, quem quiser indices baixos de griminalidade vá pra rua comandar seus subordinados e não fique dentro de um batalhão dando ordens e ameaçando os mesmos.

    ResponderExcluir
  6. A tropa adoro Cmt permissivo...

    ResponderExcluir
  7. em todas as instituiçoes do mundo tem quem planeje, fiscalize e execute, na PMRN nao e diferente, soldados foram formados para executa.O interessante e estudamos para chega ao Oficialato.

    ResponderExcluir
  8. RETROCESSO, essa é a palavra para designar uma administração de um senhor, não são observados os procedimentos técnicos nem a qualificação permanente dos PMs. Assim é uma administração sob o comando do senhor Alvibar, quando esteve á frente da direção da Penitenciária agrícola Mário Negócio, não sabia como se portar nem diante dos PMs , nem perante os Agentes penitênciários que ora trabalhavam naquela instituição, quando saiu não deixou saudades, nem boas lembrânças de uma administração eficiente.. só quem sentiu sua falta foram alguns apenados baderneiros. Os tempos mdernos são dos competentes, não dos déspotas.

    ResponderExcluir
  9. o comandante do destacamento de policia da cidade de Fernando Pedroza,esta sendo perseguido pelo ex.vereador e candidato a prefeito daquela cidade o DANIEL PEREIRA, por não fazer as suas vontades a perseguisão e pq pessoas ligadas ao governo querem fazer desordens como ligar som em altas horas, o nosso sargento esta sendo perseguido por esse politico do lado do governo.

    ResponderExcluir
  10. Para o primeiro anônimo comandante bom e aquele que sabe ouvi, pois quem precisa de chefe e índio precisamos e de comando, admiro o comandante geral mesmo sabendo que ele e uma pessoa política estar La porque está agradando a governadora mais sempre que pode fala pela tropa diferente de alguns do passado, se você quiser o tronco procure na PM ainda existe deste tipo

    ResponderExcluir
  11. A Associação com seu poder de resolver os problemas de forma justa, em minha opinião, deveria antes de solicitar o nome do Major Costa, Oficial de tantos valores, se é que é verdade, com o mesmo senso de Justiça, não deveria ridicularizar ou fazer valores de juizes precipadamente acerca de alguém que talvez, se quer, o conheça bem como profissional. Vamos antes de tudo aguardar que o TC ALVIBÁ mostre seu trabalho frente a nova Unidade, aí sim, diante da negativa em resolver problemas da OPM, em ouvir Policiais e dispensar tratamento dígnos ao seus comandados, a medida e a mobilização em prol de qualquer que seja o Oficial, é claro, com requisitos de um bom profissional e acima de tudo bom Homem.Vamos acreditar que tudo pode mudar, até mesmo a velha forma de Comandar.

    ResponderExcluir
  12. Oh cidadão desocupado esse tal de Anônimo. Deve ser anônimo mesmo das funções que deveria ter responsabilidade de realizar no quartel. Deve ser um preguiçoso de marca maior escondido atrás de um teclado, esperando as coisas ocorrerem pelas ações alheias. Sai desse buraco seu sem futuro! Lavado e preguiçoso; vive reclamando e não faz nada pela instituição. Você já ganha demais pelo deserviço que presta.

    ResponderExcluir