TRIBUNAL DE JUSTIÇA JULGA PRESCRIÇÃO DE CONCURSO PARA PM ATÉ OUTUBRO

O procurador geral do Estado, Miguel Josino, se reunirá ainda na manhã de hoje (24) com representantes dos concursados da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, para tratar sobre a prescrição do concurso. O encontro será no Tribunal de Justiça do Estado (TJRN).

De acordo com Josino, o Ministério Público (MP) entrou com uma ação, para que a Justiça declare que o concurso em questão está prescrito desde o dia 10 de janeiro deste ano e aqueles que passaram no processo seletivo buscam a convocação.

“O relator do processo é o desembargador Amílcar Maia e vim ao TJ conversar com ele, na intenção de saber quando esse processo será julgado. Acontece que a governadora depende dessa decisão para poder convocá-los”, explica.

O procurador conta ter sido informado de que o processo deverá entrar em pauta no TJ durante o mês de setembro ou de outubro e não é possível prever se a decisão será favorável aos concursados. “O julgamento não depende da Procuradoria, nem da governadora. Essa decisão agora depende exclusivamente da Justiça”, ressalta.

nominuto.com

5 comentários:

  1. Outro concurso é o melhor para PM, o Estado e a Sociedade, pois com isso Aumentamos o nível intelectual da tropa, o Estado proporciona a outras pessoas e até a esses mesmos que não passaram no concurso, que somente estão tentando entrar na gloriosa por uma falha do edital, uma nova chance para estudar e passar dentro do número de vagas e a sociedade agradece por mais policiais militares nas ruas. Vão estudar excedentes que vocês passam, é só se esforcar um pouco e não querer entrar pela janela. Concurso anual e com o número de vagas limitados, isso é o melhor a ser feito para gloriosa Polícia Militar que eu tanto amo!!!

    ResponderExcluir
  2. "REALIDADE"-----------------------------------------------------------
    Não vou ofender ningéum-----------------------------------------------
    O edital do concurso foi divulgado no final de 2005 e as provas realizadas no início de 2006, no entanto, a homologação do mesmo se deu com a formação da 1ª turma em janeiro de 2007. Em seguida, o certame foi prorrogado por mais 2 anos, ou seja, até 10/01/2011. Acontece que foi um juiz da 4ª vara da fazenda pública de natal que definiu essa data para o governo realizar as nomeações. Mas no dia 31/12/2010, o governo divulgou o edital(Edital nº 0291/2010-CFSd/DP/PMRN) por meio, logicamente e legalmente, do diário oficial(http://200.217.213.202/dei/dorn/docview. aspx? id_jor=00000001&data=20101231&id_doc=325458) com a convocação dos suplentes para realização dos testes físicos. Resumindo, a convocação se deu antes do prazo de validade. E com a formação e nomeação da última turma abre precedente para que os demais sejam convocados para as demais etapas dentro da legalidade, visto que, eles também foram convocados antes do vencimento do concurso e nomeados depois do prazo de validade.-------------------------------------------------------------Nos estados vizinhos vem ocorrendo o mesmo, pois o estado convocou e terá que fazer as nomeações depois do vencimento do certame. Afinal, se saiu no diário oficial tem que se fazer cumprir.-----------------------------------------------------Contudo, o julgamento ainda não ocorreu. Piso no freio, sabendo que poderemos ser vitoriosos ou não, mas creio que depois dessa batalha estaremos melhores preparado para a vida, pois não é fácil ficar sem emprego desde a convocação e com noites mal dormidas. Vocês devem se perguntar: porque não vão atrás de emprego? Vamos sim, porém, na entrevista perguntam o que estávamos fazendo e no caso de uma eventual convocação se deixaríamos o emprego, complicado não?--------------------------------------------Sou a favor de um novo concurso, falo por mim, mesmo não tendo idade para isso, mas desde que se resolva logo o nosso caso, sim ou não, não agüento mais esperar.----------------------------------------Parabéns ao Cabo Heronides, pois essa luta vem de muito tempo e ele(Heronides) sabe que tem pessoas honestas, educadas, competentes e trabalhadoras dentro dos convocados da PM/RN.

    ResponderExcluir
  3. Aos que criticam a postura dos concursados eu entendo que seja por que não estão nessa situação ou não tiveram nem a capacidade de atingir o ponto de corte. Tenho certeza absoluta que se estivessem na mesma situação estariam lutando tbm. Ao sd Zakarov, tu é de que ano? qual foi a tua colocação? Duvido que se vc tivesse obitido nota 55 e soubesse que entrou gente com nota 50 na tua frente vc ia ficar calado. Vão procurar o que fazer!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. É ISSO MSM, POR ISSO NAO VAI PRA FRENTE NUNK, POUCOS SABEM QUE O PROCURADOR TEM UM IRMAO SUPLENTE, E OS CARAS AINDA QUEREM TÁ CERTO, PAGAR PELOS PECADOS DAQUELES Q NAO ESTUDARAM É Q NAO DÁ

    ResponderExcluir
  5. PRONTO, AGORA DEU A MOLESTA! QUEM É PARENTE, SEJA DE QUALQUER GRAU, DE DESEMBARGADOR, JUIZ, PROMOTOR OU OUTRO, NÃO PODE MAIS FAZER CONCURSO? MOSTRE-ME NA LEI SE HÁ ALGUM IMPEDIMENTO!QUERIA SABER SE ESSES CAMARADAS Q CRITICAM NÃO ATEDERIAM AO CHAMADO DO GOVERNO SE, POR EXEMPLO, PASSASSEM FORA DAS VAGAS PARA ALGUM CONCURSO, VAMOS SUPOR OFICIAL, E FOSSEM CHAMADOS COMO OCORREU COM OS CONVOCADOS DA PM/RN, E AÍ? LEMBREM-SE AMIGOS, O JULGAMENTO AINDA NÃO OCORREU, PORTANTO, VAMOS COM CALMA. QUEM VAI JULGAR NÃO É O PROMOTOR, MAS A CORTE DO TJ, NÃO TEM NADA HAVER UMA COISA COM OUTRA.

    ResponderExcluir