RESULTADO DO MOVIMENTO POLÍCIA LEGAL NO PIAUÍ

Após deflagração do Movimento Policia Legal realizado pelos Policiais Militares no Estado do Piauí, o governo recebeu as lideranças do movimento negociou alguns pontos e chegou aos seguintes soluções, para que o policias tornassem ao serviço mesmo sem as condições dignas de trabalho.

Veja a seguir as conquistas dos policiais militares do Piauí:

> O fim da escala de 24X48, ou seja, a partir de 01 de setembro de 2011, não mais deverá ser praticada na PMPI esta escala de 24X48;
> A definição de um grupo para criar um código de Ética para os Militares estaduais;
> Anistia para qualquer infração disciplinar que possa ter ocorrido durante o Movimento;
> Definição de plano de carreira para os Militares Estaduais; e,
Transformação do salário em Subsídio.

A Assembleia Legislativa do Piauí leu o projeto de lei que fixa a remuneração do Subsídio dos Policiais Militares, estabelecendo os seguintes valores para a graduação de soldado:

Fevereiro de 2012: R$ 1.826,98
Maio de 2013: R$ 2.667,40
Maio de 2015: 3.120,85

Para que estas mudanças ocorressem foi necessário a realização de um movimento e principalmente a participação de todos.

Parabéns aos Policiais Militares do Piauí.

Escrito por Cabo Heronides.

12 comentários:

  1. Considerando que o RN tem um PIB superior ao Piauí em mais ou menos uns R$ 7.000.000.000, acho que é só questão de boa vontade, não custa sonhar que um dia poderemos dá uma vida mais digna a nossos familiares.

    ResponderExcluir
  2. RESULTADO: MELHORIA DE QUASE NADA E AINDA FICOU TUDO PARA O PROXIMO ANO!!!! SERA QUE AQUI SERA A MESMA ESTORIA

    ResponderExcluir
  3. Pelo menos lutaram! Eles conseguiram o que queriam, mesmo em um Estado mais pobre que o nosso, só a extinção do RDPM já é uma grande vantagem, PLANO DE CARREIRA - sonho de consumo de qualquer categoria! Sem falar que se uniram - conquista essa que temos que tentar conseguir em nosso Estado! Sem união seremos ultrapassados rapidamente PELOS VIGIAS DE RUA!

    ResponderExcluir
  4. salario de fome não valeu apena

    ResponderExcluir
  5. Está aí o caminho, irei a mobilização do dia 25 mas sei que nada será oferecido a nós!!!
    Acordem, estamos trabalhando, senão pararmos, o governo nada fará por nós. Infelizmente não podemos fazer greve, então, POLÍCIA LEGAL, OPERAÇÃO PADRÃO, etc... do jeito que está não dá pra continuar

    Repito adiantando o dia 25, NADA SERÁ OFERECIDO A NOSSA CATEGORIA!!!

    POLÍCIA LEGAL - OPERAÇÃO PADRÃO JÁ!!!!!!!!!!!
    CORAGEM

    ResponderExcluir
  6. to indo pra lá,kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. ESTE O SALARIO ?

    KKKKKKKKKKKKKK
    é piada em 2015 este salário JA ESTA ULTRAPASSADO PELA INFLAÇÃO.......

    É Policiais é PARA SE FUDER
    vou estudar para sair este coorporação

    ResponderExcluir
  8. Não adianta ficar esperando um vencimento de mais de R$3400 Reais em curto espaço de tempo, pois em Minas Gerais a PM ganhou um aumento salarial de 100% mais que será dado de forma parcelada e escalonada, este ano o salário de um soldado será de 2000 reais, em 2012 de 2500, em 2013 de 3000, em 2014 de 3500 e finalmente em 2015 é que será de 4000 reais. Em Pernambuco a mesma coisa, 2800 REAIS PARA UM SOLDADO EM PARCELAS, QUANDO CHEGAR EM 2014 É que estará nesse valor, e agora no Piauí a mesma coisa se repete. Não devemos esperar um aumento de salários para menos de 4 anos não...3400 só lá para 2014...2015 é só aguardar para ver.

    ResponderExcluir
  9. Que aumento sem futuro é esse? Para 2013 e 2015?

    ResponderExcluir
  10. Pelo que vejo, será oferecido à PM do RN aumento de 10% para 2020. É, temos o que merecemos!

    ResponderExcluir
  11. Isso é uma vergonha! Como é que os PMs aceitaram isso? Que negócio sem futuro. Duvido que eles tenham conseguido o que querem. Esse é um exemplo do que podemos conseguir também. Como eu disse e não me canso de repetir, "temos o que merecemos".

    ResponderExcluir
  12. As Associações nesses estados, todas elas reivindicaram os reajustes de salários em apenas uma parcela, porém foi assim que os estados fizeram e deram a palavra final.Sequer nós sabemos se aqui no RN, a governadora vai ou não aceitar essa proposta.

    ResponderExcluir