GOVERNO AFIRMA QUE PROMOÇÕES DE CORONÉIS DA PM FORAM REGULARES

O Governo do Estado, através de comunicado oficial, manifestou-se sobre a notícia veiculada na edição de domingo (24) da TRIBUNA DO NORTE sobre a ação do Ministério Público que tenta anular promoções de coronéis da Polícia Militar. No entendimento do Executivo, as promoções ocorreram de maneira regular.

O secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, disse que os seis policiais militares tiveram méritos para as promoções e que o Governo do Estado considera legais todos os atos para as promoções.

"O Governo entende que as promoções na Polícia Militar do Rio Grande do Norte, inclusive a do coronel PM, Francisco Canindé de Araújo Silva, foram absolutamente legais. Além disso, os oficiais promovidos têm todos os méritos para ocupar o alto posto de Coronel PM e prestam relevantes serviços a corporação e ao Estado", disse Paulo de Tarso Fernandes.

O MP ajuizou uma Ação Civil Pública pedindo a condenação por improbidade administrativa do ex-comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Marcondes Rodrigues Pinheiro. O documento relata a denúncia de supostas irregularidades em processos de promoções de oficiais nos anos de 2005, 2006 e 2008. Em decorrência dessas supostas irregularidades, o MP quer, em outra ACP, anular as promoções de cinco coronéis, dos quais quatro compõem a atual cúpula administrativa da Polícia Militar.

Tribuna do Norte

7 comentários:

  1. O porta voz do Governo não comentou as irregularidades de "fraude nas fichas de avaliação dos Ten Cel" feitas pelo Cel Marcondes e do Decreto-lei que mudou de 14 para 28 vagas de promoções.

    ResponderExcluir
  2. Tava demorando, mas eu já sabia que o MP não tinha poderes para "desfazer" essas promoções irregulares, pois quando os oficiais são promovidos, ninguém mais tem poder para despromove-los.

    ResponderExcluir
  3. a todos os grevistas parabéns conseguiram o seu objetivo ou parte dele, mais a governadora citou uma vez q não fazia acordo algum com grevistas e mesmo assim deu prioridade aos grevistas com toda razão, mas a PM esta trabalhando fazendo o seu papel e ate agora nada saiu, a não ser um salario por baixo do pano. E agora vamos continuar ganhando um salario maior do q um gari não desmerecendo ninguem mais o risco q corremos não dar mais temos q fazer alguma coisa. e enquanto o alto escalão recebe promoções ilicitas e parabéns por esses feitos heroicos os praças são esquecidos ainda bem q e oficial se fossem praças estavam no xadrez parabéns a cupula.....

    ResponderExcluir
  4. Vergonha Estadual. Tomara que a mídia Nacioanal baiba dessa vergonha !!! Como ocorreu com O Batalhão Comerccial de Assu. Embora sabemos que todos os BPM são comerciais, pois o Governo é omisso e deixa a PM se intalar em "Colégios abandonados e interditados(5º BPM)", "Escola abandonada(4º BPM)", "Bancos falidos: 3º e 1º BPM" e por aí vai. É por isso que somos fracos, nem uma sede própria é "construída para a Polícia Militar", somos obrigados a "se virar"...

    ResponderExcluir
  5. PARABÉNS !!! É como tudo no Brasil acaba em PiZZZZZZZZZZZZZZZZZa!!!
    Rrsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Essa policia nossa é uma vergonha, uma lavação e o governo não nos dá a menor atenção. fica inventando esses métodos de policiamento de primeiro mundo, inspirado no Japão, método KOBAN e o diabo a quatro. enquanto isso os batalhões que mais parecem com casas de farinha, vão tomando conta de prédios abandonados e que não servem mais como o prédio onde está o 1° DPRE no bairro do Alecrim, cheio de infiltrações,rachaduras e ratos e baratas, assim como os outros BPMs que se apossam de colégios abandonados. isso tudo é uma palhaçada. Já sabia que isso não dava em nada.

    ResponderExcluir