CEARÁ: POLICIAIS MILITARES DECRETAM O “TOLERÂNCIA ZERO”

Vamos para a delegacia!
No começo da tarde deste, sábado, 02,, teve início também um movimento dos policiais militares denominado ´Tolerância Zero´. "A ideia é levar toda e qualquer ocorrência para as delegacias, desde as mais simples até as mais complexas. Vamos cumprir a lei ao pé da letra", explicou o capitão Wagner Sousa, da Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará. Segundo ele, o objetivo principal é "chamar a atenção da população e do Governo para os problemas enfrentados pelos policiais militares no Ceará".

Segundo ele, toda a PM está envolvida no movimento. "Policiais do Batalhão de Choque, Ronda do Quarteirão e Policiamento Geral Ostensivo (POG) todos estão participando". Pedro Queiroz, presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros (Aspramece), aposta na adesão total da categoria. "Distribuímos cartazes e panfletos por todas as unidades militares", revela. A operação também está tendo repercussão em sites de relacionamento como Orkut, Facebook e Twitter, com postagens durante toda a sexta-feira (1º), que continuaram ontem.

Fonte: Diário do Nordeste

Um comentário:

  1. A ideia é até interessante,porém não funciona num país desmoralizado e corrupto como o Brasil. Em São Paulo na década de 1990, a PM tentou chamar a atenção da sociedade e do governo estadual fazendo esse tipo de operação, que não vingou e não vingará nunca, pois a Polícia civil que já está sobrecarregada com os presos feito lixo em sua delegacias, simplesmente liberavam as pessoas que estavam sendo conduzidas e ainda ficavam achincalhando os PMs alegando que ali não era os '' states '' e que portanto não iria funcionar, como de fato não funcionou. Em suma, a ideia em si não é ruim, o problema é a falta total de estrutura para que se possa realizar essa operação.

    ResponderExcluir