ACUSADOS DE HOMICÍDIO SÃO PRESOS EM MACAÍBA

Dois jovens foram presos em Macaíba, região metropolitana de Natal, ontem pela manhã, acusados de cometer dois assassinatos na cidade neste ano e também por tráfico de drogas. Waleano Luábson, 19 anos, e Francisco Samuel Dantas de Souza, 25, foram detidos em suas casas, nos bairros de Lagoa Grande e Campinas, respectivamente, por força de mandados de prisão. Na casa do mais jovem, a polícia encontrou entorpecentes, dinheiro e produtos supostamente roubados.

O delegado Normando Feitosa, titular da DP de Macaíba, coordenou as prisões e conta que os acusados participaram da morte de Almir Rogério da Silva, ocorrida no último dia 15 de junho no Centro de Macaíba. Segundo o delegado, as investigações apontaram que na noite em que houve o crime, Samuel foi até um bar onde a vítima estava bebendo e a convidou para ir até a casa de Waleano, onde supostamente iriam comprar drogas.

Almir aceitou o convite, mas no caminho, sofreu uma emboscada e foi morto a tiros por Waleano eum outro comparsa, cuja identidade foi mantida em sigilo. "Samuel levou a vítima para o cheiro do queijo e os outros dois o mataram", diz Normando. Uma rixa motivada pelo tráfico de drogas teria sido a causa do assassinato, segundo apurou o delegado.

Ainda conforme o titular da DP de Macaíba, os dois são acusados de matar o jovem Rodrigo da Silva Fernandes no último dia 28 de maio, também motivado pela disputa do tráfico. "Além disso, acreditamos que os dois sejam os autores de vários assaltos que vêm sendo praticados no Centro da cidade. Isso porque as características físicas descritas pelas vítimas são semelhantes às deles".

Os mandados de prisão foram cumpridos às 6h da manhã de ontem. Na casa de Waleano, localizada à Rua São Paulo, em Lagoa Grande, os policiais encontraram 25 pedras de crack, 18 trouxinhas de maconha e R$ 95 em dinheiro. Além disso, também foram apreendidos quatro aparelhos celulares, dois relógios, uma câmera fotográfica, um televisor e uma bicicleta, que a polícia acredita serem produtos de roubo. A dupla permanece detida, à disposição da Justiça.

DN Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário